“A Guerreira” marca o dobro de “Giras e Falidas”


A nova estratégia de intervalos da TVI surtiu ontem efeito, mas “Giras e Falidas” não conseguiu beneficiar como os programas anteriores.

A sitcom protagonizada por Carla Andrino e que se encontra a caminho do fim, marcou 3.4/16.1% (333.300 espectadores em média).

“A Guerreira”, na SIC, não só liderou – como faz sempre – mas também marcou o dobro da concorrente. A saga de Morena deu a Carnaxide 7.1 de audiência média, 29.5% de share e segurou, à meia-noite, 690.200 espectadores em média.

A RTP1 nunca incomodou as privadas e andou sempre bem abaixo dos 10%, em luta com SIC Notícias, SIC Mulher e AXN pelo terceiro lugar em audiências.

Pode consultar mais dados no fórum Zapping.

Os dados apresentados são da responsabilidade da CAEM/GfK.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

  • João Teles

    oh dear, lutar com a SIC Notícias, o AXN e a SIC Mulher pelo terceiro lugar, é no mínimo degradante para um canal generalista televisivo.

  • Uhuh!

    Tenho pena que as pessoas não apreciem este tipo de séries com muito boa qualidade! A TVI tem apostado em várias e no meu entender faz muito bem, os atores portugueses não têm que viver só de novelas, eu sei que muitos gostam de fazer este tipo de coisas! Se a TVI não tiver intenção de investir mais nisso percebesse o porquê!
    Eu não perco um episódio de giras e falidas, nem perdi nenhum do bairro!

  • rui

    É normal que as pessoas queiram ver a guerreira uma novela que retrata o tráfico humano, que é uma realidade que é bastante presente no mundo atual.

  • Hugo M.

    Eu adoro séries e tenho pena que este mercado não seja bem aceite em Portugal, como se percebe com as séries que a TVI fez, a única que resultou foi o Inspetor Max. Tenho pena que os portugueses pensem assim.

    • Uhuh!

      Concordo plenamente contigo! É uma pena! Até porque estão todas muito bem feitas (as que vejo na TVI)! Não há serie em Portugal do género do Inspector Max, nem uma sitcom como as Giras e Falidas… Portanto não há cá desculpas de serem séries repetitivas, até porque são bastante originais!

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close