«Há 60 anos ela teria sido uma ‘preta’ do campo»: Rae Dawn Chong ataca Oprah


polémica

Oprah foi atacada pela colega

De colegas em 1985 a inimigas em 2013, este parece ter sido o rumo das vidas de Rae Dawn Chong e Oprah Winfrey. As duas contracenaram em dois filmes e esta semana Chong não poupou insultos à apresentadora americana que é também uma das mulheres mais influentes do Mundo.

Rae Dawn Chong e Oprah Winfrey contracenaram juntas no filme “A Cor Púrpura”, de 1985, mas a ligação entre a actriz e a agora apresentadora parece ter azedado com o tempo. Em entrevista a uma rádio norte-americana, citada pelo jornal Daily Mail, Chong, não poupou críticas e ofensas a Oprah.

Quando questionada sobre a nota que atribuiria à ex-colega, a actriz dá-lhe apenas um 4, em 10 pontos possíveis. «Quando trabalhei com a Oprah, ela era aquela típica miúda gorda que todos adoravam (…) mas era competitiva, não gostava de mim», começou por dizer.

Daen Chong frisou que a atitude de Oprah mudou com o tempo e, num segundo filme juntas, “Commando”, ela tornou-se uma «verdadeira cabra».

«Ela é muito egocêntrica e aborrecida, do género ‘adorem-me, adorem-me, adorem-me!’. Há 60 anos, ela teria sido, com muita sorte, uma dona-de-casa. Ela não teria sido uma ‘preta’ de casa, mas sim uma ‘preta’ do campo», disparou.

«Tenho que lhe reconhecer mérito porque, apesar do que eu sinto em relação a ela, esta mulher é um milagre. (…) Ela mudou o ADN do universo, na forma como pensamos numa mulher, de um certo tamanho e forma. (…)», disse ainda a terminar.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close