Herman José faz algumas ‘exigências’ para o seu novo talk show  

Herman Jose

«Em três horas de emissão diária não se pode ser muito diferente, o que nos pode distinguir nas tardes é a maneira de estar. Essa será condicionada pela minha personalidade e estilo», começa por dizer à Noticias TV, Herman José, o novo líder das novas tardes da RTP1 que arrancam em setembro.

Um piano de cauda, uma cozinha, muita conversa num estúdio inspirado no que se faz lá fora, sobretudo no plateau de Ellen DeGeneris foram algumas das características salvaguardadas pelo apresentador à RTP.

«Onde quis interferir foi em coisas muito técnicas e objetivas. É importante ter uma cozinha gira para cozinhar, ter um piano de cauda onde nos possamos sentar de vez em quando a fazer um bocadinho de música ter um layout de estúdio giro, na sequência de outras tendências que vemos lá fora», antecipa o responsável à mesma publicação, vincando: «estou mais preocupado em facilitar a vida do que estar a criar entraves com exigências, não me passa pela cabeça.»

Quando regressar às tardes da RTP1, Herman vai confrontar nas audiências a líder Fátima Lopes e o novo João Baião: «Não vou estar muito preocupado, isto não quer dizer que não seja importante ter os chamados mínimos olímpicos. O desinteresse pelos números é uma falácia porque se uma pessoa desaparece, então não está a trabalhar para ninguém. O que não existe é a obsessão da liderança, nem o papel do serviço público de televisão disputá-lo a todo o custo. Se ela vier porque sim, ótimo, mas não através da facilidade nem dos truques comerciais normais. A nossa obsessão é fazer muito bem», conta.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

  • sonia

    mas o «plateau de Ellen DeGeneres» é enorme, será que a rtp “pode”?!
    desde que não meta pessoas a queixarem-se das doenças como nas privadas tudo ótimo!!

  • Miguel Ângelo Freiria

    O plateau da Ellen em si não é muito grande (a zona das entrevistas). As bancadas do público e o palco onde se realizam os espetáculos musicais é que têm uma dimensão “anormal” (enorme) em comparação ao que vemos nos talk show’s em Portugal. E eu creio que ele quis dizer que estas novas tardes foram inspiradas no programa, tendo até coincidências em termos da disposição do plateau, possivelmente. Não sei pk, mas acho que a Fátima pode ter mais trabalhito lá pra setembro em manter os bons resultados.

    • Viciado em Séries

      Se o programa do Herman for tipo Ellen, eu vou ver. Acho que se a Fátima começasse a baixar nas audiências, deviam estrear um novo formato em 2015 com a Fátima e a Maria Rueff, também com mais piada, tipo Ellen.

  • Número1

    A TVI deveria era apostar num novo programa para as tardes em Setembro ou renovar os conteúdos do “A Tarde é Sua” ! Pk o João Baião e o Herman José não são a Conceição Lino e a Marta Leite de Castro.

  • lurdes

    oxalá o herman dê uma valente tareia à sic e à tvi que já enjoam com o estilo de programas que têm adotado para as tardes, que aborrecido ver todos os dias pessoas a dizerem que lhes dói isto e aquilo… precisamos é de ânimo e alegria!!!

  • Miguel Ângelo Freiria

    Até acho piada à dupla que sugeriste, seria interessante vê-las mas enquanto dupla em que a Maria Rueff teria o mesmo ‘peso’ que a Fátima (opinião pessoal). Mas era melhor reformular os conteúdos, o “A Tarde é Sua” ainda usa a estratégia d’ “As Tardes da Júlia”. (e desceu os resultados, pk a Júlia andava nos 28%shr). E seria bom ver uma programação idêntica aos dos talk show’s da manhã (mais leve,fresca e alegre).
    Mas mesmo assim estou de “pé atrás” com a sugestão. E a Fátima tinha um ar mais jovem com o cabelo comprido…não sei o que deu às três (Júlia, Cristina e Fátima) decidiram todas cortar, mas a que ficou pior foi msm a Fátima.Eu faria uma renovação na própria Fátima tmb. Mas antes de decições precipitadas, é esperar pelas estreias e pelos resultados e depois sim, ver se é necessário tomar medidas tão drásticas.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close