Inês Nunes fala da personagem transexual de “Ouro Verde”

david ouro verde

Inês Nunes é David/Catarina em “Ouro Verde”, TVI

Inês Nunes estreou-se como atriz em “Ouro Verde” e interpreta um transexual na novela escrita por Maria João Costa.

Aos 24 anos a modelo chega ao horário nobre da quatro para dar vida a David, personagem que pretende mudar de sexo e se transformar em Catarina. À Nova Gente a profissional conta como reagiu quando soube que tinha sido escolhida parta este papel em “Ouro Verde”. «la partindo a parede de casa (risos). Estive um mês à espera do resultado e as emoções são muitas…», revela.

A dar os primeiros passos como atriz e vinda da moda, este sempre foi o desejo de Inês Nunes: «Desde pequena que tenho esta veia artística. Sempre fui muito palhaça e sempre tive muito à vontade. Comecei a ver novelas, percebi que era o que eu queria fazer e realizou-se», conta à revista da Impala.

A intensidade das gravações foi um problema no início, mas já resolvido pela força do hábito.«Não estava habituada ao ritmo… Ao início, custou um bocadinho. Agora, já nem penso nisso», dispara.

Alentejana, a Catarina de “Ouro Verde” nunca se imaginou nesta circunstância, embora fosse um objetivo. Os autógrafos que dá deixam-na satisfeita porque «é a valorização pelo meu trabalho! É bom sentirmos que as pessoas conhecem o nosso trabalho e gostam dele»

Depois da atual novela das 21h30 da TVI a atriz pretende fazer carreira nesta área: «O meu objetivo sempre foi esse, mas é um meio sempre mais complicado que o da moda».

Para dar vida a um jovem que aos poucos se transforma numa mulher, Inês Nunes passou por um processo de aprendizagem. «Comecei a ter aulas semanais de teatro com o Bruno Schiappa. Ele ajudou-me a fazer a preparação, já que acabam por ser duas personagens. Falei com alguns transexuais e contactei a irmã de um amigo, que pertence à LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgéneros), e ela pôs-me em contacto com vários transexuais. Quis perceber o que eles passam quando mudam de sexo e não tanto entrar na vida deles. Eram todos homens que tinham passado a ser mulheres», revelou ainda à Nova Gente.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close