“Jogo Duplo”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 245 (22 a 28 de outubro)

No bar Litoral, Rafael mostra o vídeo do casino a Steven e este diz que está muito bom. Patrícia e Freddy entram no bar completamente alterados.

Rafael pensa que ela está bêbada, mas Patrícia diz que está muito melhor, deixando chocada. Teodoro chega com Sofia ao café e diz que têm de falar. Margarida chega a casa da mãe e arranja uma desculpa para pedir a Rosa para ir à rua.

Margarida pergunta por Manuel e repara num bloco de notas pousado junto a Maria João e pergunta o que é aquilo. Maria João diz que é para anotar as ideias que vai tendo para a Fénix. Manuel entra e ouve o final da conversa.

Sofia percebe que Teodoro quer acabar com ela e sai, furiosa. Teodoro pergunta se fez asneira e Ti Chico diz que Sofia gostava muito dele.  Margarida confronta Manuel com a forma como adquiriu os negócios da família dela e diz à mãe que não percebe como é que ela consegue viver naquele ambiente.

Maria João tem um discurso estudado, mas escreve que tem medo que a casa esteja sob escuta. Patrícia e Freddy querem cerveja, mas Teresa diz que não lhes pode vender e pede-lhes para sair.

João pergunta a Rosa se Manuel tem forma de contactar com o exterior e esta diz-lhe que Manuel tem um telemóvel novo e passa muito tempo a escrever em blocos. Rosa está preocupada com Renato e João diz que o protege. Guilherme chega a casa de Maria João desvairado e diz que quer fazer justiça.

Os PSPs agarram-no e Margarida e Maria João surgem. Maria João tenta acalmá-lo, mas Guilherme aponta-lhe a pistola e Margarida e Maria João para o interior de casa. Guilherme acusa Maria João de dar guarida a um assassino e chama por Manuel.

Joaquim recebe um telefonema a contar que Guilherme fez reféns na casa de Maria João. Vítor manda Miguel e Óscar para lá e liga a Guilherme. Guilherme continua a chamar por Manuel quando o seu telemóvel toca e vê que é Vítor que lhe liga. Guilherme chama Manuel e ameaça dar um tiro em Maria João e Margarida.

Manuel, calmo, ignora os gritos. Teodoro vai ter com Clara e conta-lhe que acabou com Sofia, mas precisa de continuar sóbrio. Clara diz que o ajuda e sugere que ele venda o café. Amália chega e fica espantada. Marta e Renato preparam-se para sair e Laura diz que vai ficar mais um pouco. Marta estranha e pergunta porque é que ela tem uma nódoa negra no braço e Laura inventa uma desculpa. Todos saem e Laura dirige-se ao gabinete de Manuel.  Rosa chega a casa e depara-se com o aparato policial.

Um PSP diz que ela não pode entrar, pois Maria João e Margarida foram feitas reféns.  Rosa liga a João e conta o que se está a passar em casa de Manuel. João liga a Margarida e fica a ouvir o que se passa na casa.  Laura vasculha o gabinete de Manuel, senta-se à frente do computador e copia alguns ficheiros para uma pen.

João, Tiago e Diogo continuam a ouvir o que se passa em casa de Manuel e decidem ir para lá.  Margarida tenta apelar ao sentimento de Guilherme, mas este vinca que tem de fazer justiça. Maria João refila e Guilherme dá-lhe um tiro na perna. O som do tiro ainda ecoa. Manuel continua calmamente sentado, reagindo com uma expressão mais de curiosidade do que de choque.

Guilherme prepara-se para ir à procura de Manuel, quando a PJ entra pela sala e dizem a Guilherme para baixar a arma. Guilherme ao ver-se encurralado, vira a arma para si e dispara. Manuel aparece. Margarida está furiosa, pega na arma de Guilherme e aponta-a a Manuel, mas Óscar consegue tirar-lha.

João entra e diz a Margarida que acabou. Margarida diz que não e olha para Manuel, que sorri magnânimo. Margarida fala com Maria João ao telemóvel e diz que ela está bem. Steven acha que João tinha matado Guilherme se tivesse chegado antes da polícia.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close