“Jogo Duplo”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 223 (24 a 30 de setembro)

Na sala de Teodoro, os peritos da PJ recolhem vestígios de sangue de uma jarra partida e a arma do crime.

Miguel estranha ser mais um crime com as provas dadas de mão beijada. Manuel pressiona Guilherme para lhe arranjar as licenças, mas Guilherme diz que está farto das pressões dele. Manuel ameaça Guilherme mostrando-lhe fotos da sua filha.

No hospital, João e Alexandre ficam a saber que Teodoro está livre de perigo. Diogo chega e João pergunta-lhe onde é que ele esteve, na véspera, à noite. Diogo diz que esteve no hotel com Gabriela.

Manuel reúne-se com Marta e Laura e pede-lhes desculpa por não as ter levado a sério e diz que as quer compensar por isso, contratando-as para a nova empresa. Marta e Laura dizem que não percebem nada de petróleo, mas Manuel diz que é muito mais que isso.

Guilherme conta a Tomás que Manuel ameaçou a irmã dele, caso Guilherme não lhe arranje as licenças.

Tomás diz ao pai que não pode ceder. Guilherme diz que Manuel acabará por se enterrar, sozinho.

João, Alexandre e Diogo falam com Teodoro, que está muito sedado. Teodoro diz aos filhos que foi Gabriela quem tentou matá-lo.

Todos reparam em Óscar e Miguel que acabaram de ouvir aquilo. Óscar e Miguel vão ao hotel deter Gabriela, que não oferece qualquer resistência. Gabriela pede desculpa a Diogo, que assiste aquilo.

Diogo diz que não a vai abandonar e vai fazer tudo para a tirar da prisão. Gabriela diz-lhe que limpou a sua honra.

Ti Chico fica destroçado ao receber uma chamada de João, contando que Gabriela foi presa, acusada de ter dado um tiro em Teodoro.

Um ano mais tarde, Gabriela recebe a visita do marido. A casa de Teodoro funciona agora como casa de turismo de habitação rural.

Gabriela, felicíssima, atira-se para os braços de Diogo e diz-lhe que é a mulher mais feliz do mundo, por ter casado com ele.

Teodoro participa numa reunião dos alcoólicos anónimos e partilha com os presentes que há um ano que está sóbrio.

No antigo edifício da escola, são agora os escritórios da empresa Tróia Fénix. Maria João diz a Manuel que despediu Júlio, mas Manuel não sabe quem é e pede à mulher que tente não despedir mais ninguém até ao final do dia. Manuel pergunta por Marta e Laura.

Maria João diz que estão obedientes e que Renato está outro. Manuel diz a Maria João que ela é os ouvidos dele entre as tropas.

Tiago vai ao casino pedir emprego, a João e Diogo, porque foi exonerado da PJ. Steven chegou mais cedo que o previsto e faz uma surpresa a Margarida e esta mostra-se feliz por já não haver razão para estarem afastados.

Tomás apanha Freddy a guardar o dinheiro do aluguer de pranchas e repreende-o. Tomás entrega dois sacos de erva a Freddy para vender aos clientes.

Tiago tenta convencer João e Diogo a contratá-lo como perito em segurança. Diogo acha que Tiago deveria ter vergonha de lhes pedir emprego, depois de os ter perseguido, da forma que fez.

Tiago diz que precisa de trabalho, pois tem um filho a caminho. João diz-lhe que vão pensar.

Manuel liga a Susana e diz-lhe para tratar do assunto, do ataque dos ambientalistas ao barco sonda, como habitualmente já que não o conseguem pela via institucional.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close