“Jogo Duplo”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 193 (13 a 19 de agosto)

Emília tenta fazer amor com o marido, mas Tiago diz que está demasiado cansado e que quer dormir. Emília ainda insiste, mas sem sucesso e acaba por ficar pensativa.

Diogo conta a Clara, Leonor e Amália como tudo se passou e que foi por isso que levou um tiro. Leonor percebe que foi Renato, mas Diogo não confirma. Clara fica devastada. Teodoro, muito exaltado, chega a casa e pergunta a Alexandre por João e este diz que o irmão foi preso.

Teodoro segue para o quarto e pega numa arma e começa a carregá-la. Alexandre pergunta o que aconteceu e Teodoro diz que Diogo lhe destruiu a vida e pergunta onde é que ele está, Alexandre diz que não sabe e tenta impedir o pai de sair dali, mas Teodoro derruba o filho e sai.

Alexandre vai atrás dele e ameaça chamar a polícia. Teodoro aponta a arma ao filho e manda-o para o quarto, mas Alexandre recusa e acaba por tirar a arma ao pai e aponta-lhe. Teodoro diz ao filho para disparar e como Alexandre não reage Teodoro sai e diz-lhe que já não tem pai.

No dia seguinte, Manuel pergunta a Diogo porque prenderam João e este diz que não sabe, mas deve ser perseguição da PJ.

Diogo conta também que Afonso comprou o café e Manuel estranha. Teodoro aparece na conservatória, bêbado, e diz a Afonso que já não lhe vende o café. Afonso protesta, mas Teodoro rasga o cheque e o contrato-promessa e vai embora, deixando Afonso incrédulo.

À porta do tribunal, Alexandre conta a Diogo que o pai o queria matar. Diogo diz ao irmão que destrui os planos de casamento, do pai, contando a Clara que ele violou Gabriela.  João acabou de ser ouvido pelo tribunal que decretou a prisão preventiva.

Manuel conta a Diana que vai assumir a presidência do grupo, porque João está em prisão preventiva e pergunta-lhe se está à vontade para trabalhar para ele. Diana, contrariada, nega e diz que apenas a incomoda ele ter deixado o pai na penúria, mas Manuel diz que não deve ser bem assim porque Afonso comprou o café a Teodoro.

Diana sai irritada. Álvaro está a explicar a Margarida, Diogo e Alexandre os próximos passos, quando Teodoro, bêbado, se aproxima e discute com Diogo. Alexandre separa-os e Teodoro dá-lhe com uma garrafa na cabeça, deixando-o inanimado.

Diogo atira-se a Teodoro, mas Álvaro impede-o e Teodoro é detido por agentes da PSP. Margarida chama uma ambulância para Alexandre.

Clara é incentivada por Marco a seguir em frente, mas ela sente-se sem rumo, até porque há anos que não a convidam para um papel. Marco sugere que faça castings e que arranje um agente.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close