José Carlos Malato está farto do “Portugal no Coração” e via-se a fazer «outras coisas»

Tagged: , , , ,


Dupla está de regresso ao “Portugal no Coração”

Depois de sofrer um enfarte no dia 7 de novembro, e de ter sido internado de urgência no Hospital Cuf Infante Santo, José Carlos Malato foi submetido a uma angioplastia coronária, para desobstruir as artérias coronárias. No domingo de manhã, dia 10 de novembro, o apresentador teve alta hospitalar e regressou a casa.

O apresentador deve agora regressar à televisão antes do fim do ano, mas tem receio do stress que o trabalho possa provocar. «Quero resolver isto primeiro, foi o que me disseram. Ainda tenho um bocadinho de medo».

À revista TV7 Dias, José Carlos Malato confessou que quando não está satisfeito no trabalho, a saúde é que costuma de pagar. Porém, este incidente não está relacionado com o “Portugal no Coração”, «apesar de terem sido seis meses muito fortes, com uma mudança de vida muito forte, porque eu também era editor do programa», confessou.

Apesar do vespertino da RTP não lhe ter tirado saúde, segundo conta à revista, também não lhe deu alegria, pois nunca escondeu que «o formato não era uma coisa que me satisfizesse. Sou muito polissémico, faço muita coisa. Gosto muito de fazer documentários», explicou.

Malato foi o fundador do “Portugal no Coração”, há 12 anos, com Merche Romero e Maria João Silveira. Volvida mais de uma década e com uma interrupção pelo meio, o apresentador confessa que preferia conduzir outro formato: «Já fiz o Portugal no Coração há 12 anos. Neste regresso… via-me a fazer outras coisas. Se pudesse fazer outra coisa, faria».

A terminar, em tom de brincadeira, o rosto das tardes da RTP acaba por declarar: «Devo ser o único apresentador português que não quer o seu próprio talk show».