Júlia Pinheiro é posta em tribunal e vai a julgamento com Hernâni Carvalho


Júlia Pinheiro, apresentadora do “Queridas Manhãs” da SIC e os habituais colaboradores da crónica policial do formato, Hernâni Carvalho e Carlos Anjos vão sentar-se no banco dos réus, avança o Correio da Manhã.

Em causa estão comentários feitos sobre o caso de Ana Saltão em três programas do descontinuado “Querida Júlia” os factos referem-se aos dias  28 e 29 de novembro e 5 de dezembro de 2012.

Ao matutino Júlia Pinheiro afirma não estar preocupada com a ida a tribunal: «Limitámo-nos a afirmar aquilo que estava no comunicado da Polícia», defende-se.

Júlia e os comentadores vão responder, no Tribunal da Maia, por um crime de publicidade e calúnia. O juiz, tal como avança o Correio da Manhã, viu indícios de crime e pronunciou a apresentadora e diretora da SIC, bem como Hernâni Carvalho e Carlos Anjos, antigo inspetor da Polícia Judiciária.

Recorde-se que Ana Saltão está atualmente está a ser julgada no Tribunal de Coimbra pelo homicídio da avó do marido. Este caso foi abordado no “Querida Júlia” e despoletou a reação da visada que se sentiu «envergonhada, humilhada e enxovalhada» com os comentários, exigindo uma indemnização de 50 mil euros.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close