Liliana Campos «não troca o “Passadeira Vermelha” por nada»

Liliana Campos é uma das apresentadoras mais antigas da SIC e deste comento dá a cara pelo “Passadeira Vermelha” da SIC Caras.

O formato é o mais antigo da estação e é encarado como um desafio diário. Para a apresentadora este foi um dos melhores presentes que me podiam ter dado. Todos os dias são um desafio».

Na SIC há mais de 20 anos, Liliana Campos já passou por vários formatos e teve, ao longo destas duas décadas, alguns apagões.

O último programa que teve na SIC Generalista foi o “Fama Show”. Quando deixou programa dos domingos de Carnaxide ainda passou pelo Totoloto até chegar ao “Passadeira Vermelha”.

«Dizer que estou na SIC há 23 anos até assusta. Tenho um orgulho enorme em ter permanecido sempre na SIC. É a minha primeira casa», confessa a artista à Vidas.

Com uma longa carreira, sempre na mesma estação, Liliana Campos conta que nem tudo foram rosas: «Claro que tive momentos melhores do que outros, momentos de dúvida e de ponderação, mas a televisão é a minha paixão. Adoro o “Passadeira Vermelha” e não o trocaria por nada. Estou grata pela minha vida».

A rotina do formato que divide com Cláudio Ramos, Ana Marques, Joana Latino e Luísa Castel-Branco também agrada à apresentadora: «O “Passadeira Vermelha” rouba menos tempo do que os outros programas. Atualmente, sei as horas a que chego e as horas a que saio», termina à Vidas.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close