“Ministério do Tempo” viaja esta noite até século XVI (Ano de 1542)


Ministério do Tempo

“Ministério do Tempo” é a nova série da RTP1

“Ministério do Tempo” é a série da RTP1 que leva o espectador numa viagem pelos quase nove séculos da História de Portugal.

As figuras que mais marcaram o nosso país cruzam-se em encontros insólitos e originais, viajando entre várias épocas, criando enredos inesperados e vivendo situações fantásticas.

No próximo episódio, intitulado de “Uma Negociação a Tempo”, viajamos até ao século XVI, mais precisamente ao ano de 1542.

Salvador está em choque. Recebe uma visita de um advogado americano, de seu nome Stein. Não só conseguiu descobrir a existência, e a morada, do Ministério do Tempo, como ameaça colocar a organização em tribunal. O motivo: Stein representa o rabino Levy, que em 1492 revelou as portas do tempo a D. João II. Como, anos mais tarde, o rabino acabou queimado na fogueira da inquisição, Stein reclama uma indeminização de 100 milhões de euros… ou vai contar ao mundo inteiro tudo o que sabe sobre o maior segredo do Estado Português. O advogado dá a Salvador cinco dias para efetuar o pagamento.

Salvador sabe que não pode ceder a chantagens. Por isso chama Amélia, Tiago e Afonso. Envia-os para 1542, mais precisamente para o dia 12 de maio, dia do auto-de-fé que supliciou o rabino Levy. A Porta que deverão usar é a 148. Mas há um problema.

A Porta 148 tem um mau funcionamento e encontra-se em permanente redundância temporal. Ou seja, com o amanhecer de cada dia, a porta liga ao amanhecer do dia 12 de maio de 1542. E ao anoitecer fecha-se. Se a patrulha não regressar ao presente, fica presa no passado, onde terá que esperar 12 anos para poder voltar a 2016. Resumindo, a patrulha tem apenas as horas de luz solar para completar com êxito a sua missão… ou tentar novamente no dia seguinte.

O plano parece simples. Vão ser acompanhados por Alexandre Herculano, que deverá substituir o advogado de defesa designado pelo Santo Ofício. Tão profundo conhecedor da Inquisição não terá dificuldades em vencer o julgamento.

Mas ao chegarem a Évora, a 12 de maio de 1542, Amélia, Tiago, Afonso e Alexandre Herculano têm uma enorme surpresa: O Inquisidor-Mor do Reino preside pessoalmente ao julgamento de Levy… Chama-se D. Henrique e é um sósia perfeito de Ernesto.

Superada esta surpresa, Alexandre Herculano esforça-se para ganhar o julgamento. O seu esforço é tal que por pouco não vai ele parar à fogueira.

A solução deste problema está nas mãos de Ernesto…

“Ministério do Tempo” vai para o ar esta noite às 20h55.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close