Moniz ‘obriga’ António Barreira e João Matos a reescrever cerca de 30 capítulos de “O Beijo do Escorpião”


Depois de ter exigido que António Barreira e João Matos escrevessem uma história dramática protagonizada por André (Rodrigo Paganelli) e Maria (Mikaela Lupu) em Lloret de Mar, José Eduardo Moniz – agora consultor da ficção nacional da TVI – alterou grande parte do guião de “O Beijo do Escorpião”.

«Após reunir com os autores e a equipa de produção, sugeriu uma série de alterações ao enredo, com o intuito de aproximar mais a novela à realidade e ao público», contam à TV Mais.

Decidido a recuperar a liderança das audiências das novelas da estação de Queluz, o responsável analisou os episódios já escritos e decidiu que a história tem de «levar uma injecção de adrenalina», fazendo a dupla de autores a reescrever cerca de 30 capítulos.

«Fazia falta alguém com esta garra. Alguém que traz uma ideia e é capaz de a executar sem medo», revela fonte da produção à revista da Impresa. «E é obvio que esta energia nos faz acreditar mais no nosso trabalho.»

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close