“Mulheres”: Após 15 anos zangadas, Fernanda Serrano e Sofia Alves voltam a contracenar


Estávamos em fevereiro de 1999 e estreava em Portugal a série “Jornalistas”, na SIC. Seria a primeira de 4 temporadas, que duraram cerca de 1 ano em emissão.

O elenco da produção contava – entre outros nomes – com duas estrelas então em ascensão: Fernanda Serrano e Sofia Alves. As duas profissionais vão agora encontrar-se em “Mulheres”, na TVI, 15 anos depois.

Fernanda e Sofia interpretavam, respetivamente, Ana e Clara, duas amigas e colegas, bastante cúmplices. A relação vivida pelas personagens não tinha, no entanto, repercussão fora do ecrã.

Uma zanga entre as atrizes logo no início dos trabalhos, cujo motivo permanece desconhecido até agora, durou década e meia. Na altura especulou-se que apenas Rita Salema sabia o que se passou, pois assistiu à cena que precipitou a zanga. A veterana nunca comentou o assunto na imprensa e sempre foi discreta em relação ao tema.

Fernanda Serrano e Sofia Alves tornaram-se, entretanto, duas das atrizes preferidas de José Eduardo Moniz – diretor-geral da TVI até 2008 – que deu o protagonismo de várias novelas às duas estrelas da casa. Nunca conseguiu, porém, juntá-las no mesmo elenco.

O responsável da TVI viu em “Amanhecer”, novela de Tozé Martinho de 2002, a primeira oportunidade para juntar as rivais. Sofia Alves não aceitou viver de novo uma Clara, que seria, na história a amiga e confidente de Anabela (Fernanda Serrano), a protagonista.

As notícias publicadas na altura davam conta que Sofia não queria viver uma personagem com muito menos peso que a de Fernanda. De facto Gracinda Nave, que ficou com o papel, acabou por ter um desempenho na sombra da protagonista, que é até hoje considerada um dos grandes momentos de Fernanda Serrano na televisão. A sofrida Anabela roubou toda a movimentação da novela que acabou por girar à sua volta devido ao desempenho da atriz.

“Queridas Feras”, de 2003, voltou a ter as artistas escaladas para viverem duas rivais. Sofia Alves não aceitou mais uma vez o papel e foi substituída por Paula Neves. Adepta de temas relacionados com o oculto, a justificação de Sofia, desta vez, seria porque que não queria transportar para o ecrã uma situação similar e devido ao negativismo que isso poderia trazer à sua vida. Com a recusa, a sinopse foi alterada e as personagens não ficaram em conflito permanente como era suposto.

A imprensa publicou, depois, outras situações em que foi tentado o tão ansiado reencontro como em “Flor Do Mar”. O papel da vilã Salomé terá sido entregue a Fernanda Serrano que terá recusado. Paula Lobo Antunes assegurou a vilã. Para evitar polémicas, a TVI nunca confirmou, desta vez, que teria mesmo convidado Fernanda Serrano para antagonizar a trama.

Volvidos 15 anos sobre o desentendimento, Fernanda Serrano e Sofia Alves vão contracenar pela primeira vez na TVI. Duas das estrelas maiores da estação vão dividir um mesmo protagonismo e não estarão sozinhas. Maria Rueff, Gabriela Barros, Susana Arrais, Paula Lobo Antunes e Jessica Athayde vão também ter destaque em “Mulheres”, a nova trama da TVI.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close