Nova novela da SIC já mexe e guarda 4 atrizes para encabeçar elenco


SoldeInvernoEp1-16

A segunda novela portuguesa da SIC já está em marcha, por enquanto há ainda só movimentos de bastidores.

A Notícias TV desta semana adianta que já estão garantidas 4 atrizes para encabeçar o elenco da nova produção.

Recentemente gratificadas com um contrato de exclusividade que as liga à SIC, Maria João Luís, Victoria Guerra, Luciana Abreu e Joana Ribeiro são as primeiras caras confirmadas na nova novela da estação

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

  • r

    Então e a Cláudia Vieira,Diana Chaves e a Soraia Chaves vão ficar para a sucessora de Mar Salgado???

  • Kikinha

    Outra novela??? Para q horário? Tenham dó.

    • r

      Tenham dó então a TVI não tinha 3 novelas em horário nobre portuguesas e a SIC não pode desenvolver uma 2 telenovela porque?

      • Kikinha

        A questão ñ é de ser portuguesa ou não, a questão é q já estão no ar 3 novelas à noite e 2 de tarde.

    • João Pedro Santos

      LOL isso é o quê? Medo!

      • Kikinha

        ???

    • Kaiser Kosta

      Calma. Segundo a notícia, ainda está em pré-produção. Será a substituta de Mar Salgado.

      • BLOW

        Não é a substituta de Mar Salgado, é uma outra para outro horário.

  • India

    Outras pessoas que deviam estar no elenco:
    Carolina Loureiro, Maria João Bastos, Andreia Dinis, São José Lapa, Pedro Sousa, Rodrigo Paganelli, Soraia Chaves, Alexandre de Sousa, Diogo Carmona, David Henriques, Ana Padrão …

  • India

    Vou dar quatro sugestões de titulo para a novela: Marcas do Passado, Entrego – me a ti, Anel de Fogo, Escrito nas Mãos… O que é que acham melhor???

    Digam qual é o melhor nome para a nova novela da SIC. Pff

    • Faça Amor, Não Faça Guerra

      Acho melhor esperar um pouco para saber sobre a história para depois escolher melhor um título.

  • Faça Amor, Não Faça Guerra

    “A segunda novela portuguesa da SIC…” Hmm, isto deverá de facto querer dizer que a SIC passará a produzir duas novelas portuguesas, então não deve ser a substituta de “Mar Salgado”… E substituta de “Império” também não deve ser, já que esta novela, com o milagre da multiplicação dos capítulos que a SIC costuma fazer às novelas da Globo, também deve durar um ano. A substituta de “Em Família” há-de ser a novela do Rui Vilhena. Também não irá para o horário pós-almoço, de certeza. Então, só sobra “Lado a Lado”. Esta novela, por si só, já não é longa e ainda é transmitida aos sábados, então só pode ser esta. Consequências possíveis: se a SIC quiser primeiro transmitir as novelas portuguesas e só depois a brasileira, será criticada por andar a mudar horários e acusada de ser igual à TVI; se a SIC respeitar os espetadores e não mudar os horários, será criticada por dar mais valor à ficção da Globo do que à sua, já que assim “Império” ficaria intercalada entre duas portuguesas. Ou seja, “preso por ter cão e preso por não o ter”.

    Ainda há outra hipótese: a da SIC ter uma novela às 18 horas e outra às 19 horas.

    • BLOW

      Pode ser a substituta da Senhora do Destino que já deve estar para acabar!

      • Faça Amor, Não Faça Guerra

        De facto, atualmente estão a ser transmitidos pouco mais de 40 minutos por dia, incluindo repetição do dia anterior. Mas mesmo assim, a este ritmo deve acabar em novembro e esta novela só chega em 2015, altura em que “Lado a Lado” acaba, pelo menos se continuar a ser transmitida aos sábados. Além disso, acho que aqui há uns tempos, algum responsável da SIC falou que pôr repetições portuguesas naquele horário tinha sido um erro, então eles não hão-de estar a investir assim às cegas para um horário que não tem muita visibilidade. Seria demasiado arriscado.

  • João Carlos

    Má notícia para a SIC e para os espectadores! Não consigo encontrar melhores palavras para reagir à notícia de mais uma novela portuguesa no ar em simultâneo com todas as outras da TVI. É muito português querer matar a galinha dos ovos de ouro. Ter ficção portuguesa é óptimo: dá trabalho a actores e técnicos e dinheiro a ganhar às estações. Mas sufocar alguns milhões de espectadores com uma “overdose” disso é péssimo… por muitas e variadas razões: universo ficcional (texto e tramas) fraco, a repetição até à exaustão dos mesmos rostos (a maior parte péssimos actores que confunde “naturalismo” de representação com talento ou carisma e incapazes de “vestir” a camisola de um personagem. Um exemplo: quem no nosso universo de “talentos” se prestaria ou conseguiria dar vida a uma autista como a Linda de “Amor à Vida”? A Inês Castelo- Branco? A Vitória Guerra? Por favor não me façam rir que este meu texto é sério!). Dispensar aos poucos as magníficas produções da TV Globo que irão aos poucos migrando para o Canal 10 da Nos será trágico para a SIC a médio prazo. O nosso universo de espectarores é muito pequeno para tanta história de cordel sobretudo se ela não tiver nem escrita criativa, o drama sem cheirar a fado, a mordacidade e o humor das tramas brasileiras… “Império” só ainda vai no princípio e já faz toda a diferença! Só não vê isso quem não quer ou sofre de excesso de nacionalismo.

    • Marta Clemente

      O que também pelos vistos “é muito português” é assumir passivamente a posição de consumidor em vez de produtor.
      Provavelmente não vou ver essa novela, tal como não vejo nenhuma novela actualmente, seja ela portuguesa ou brasileira. Mas acho que sempre é preferível criarmos as nossas próprias coisas do que ficarmos eternamente reféns das produções de outro país. As tais “magníficas produções da TV Globo” que o resto da Europa ocidental vê como “aquelas séries muito básicas do Brasil”.
      Só porque falamos a mesma língua? Se é que falamos porque pelos vistos os brasileiros, ou pelo menos a Globo, não acham o mesmo.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close