Nuno Santos é «caso terminado» na RTP, Alberto da Ponte

Nuno Santos é «caso terminado» para Alberto da Ponte, presidente da RTP

Numa entrevista concedida à rádio de informação TSF e ao site económico Dinheiro Vivo, Alberto da Ponte referiu que Nuno Santos é um caso encerrado no seio da RTP.

Acerca da polémica à volta da demissão do ex-diretor de Informação Nuno Santos, Alberto da Ponte rejeita que tenha havido um saneamento político, como diz o jornalista. O presidente da RTP fala em deslealdade e faz um paralelo com o universo da comunicação social privada: «se dissesse do seu patrão aquilo que o ex-director de informação disse de mim, tenho a certeza que não seria você a fazer esta entrevista. Já estava despedido».

A decisão, diz Alberto da Ponte, foi tomada de forma totalmente autónoma, sem a intervenção de Miguel Relvas, ministro da tutela que só foi informado do desfecho quando ele já tinha acontecido: «agimos de forma completamente independente. Tal como aconteceu com o caso de José Sócrates [sobre o qual Miguel Relvas também só foi informado da decisão quando ela já estava tomada] o ministro foi informado na véspera por mera cortesia minha. Não tinha o dever de o informar».

 

Com informações TSF e Dinheiro Vivo.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close