Nuno Santos emite um violento comunicado

Nuno Santos, o agora ex-diretor de Informação da RTP já comentou as audições de Luís Marinho (ontem), Vítor Gonçalves e Luís Castro (hoje) na Assembleia da República. O ex-responsável pela pasta da informação da RTP emitiu um violento comunicado que visa especialmente Luís Castro e Luís Marinho.

 

Leia o comunicado na íntegra:

“Eis a minha posição sobre as audições parlamentares de ontem e de hoje que pude acompanhar, nuns casos em directo e noutros através de relatos que me foram feitos.

Aproveito para dizer que oito dias depois continuo sem receber a nota de culpa estando impedido de trabalhar apesar de ter pedido para me atribuírem funções, A empresa, num claro uso discricionário de poder pelos seus gestores, efectuou já alterações no meu salário – estando eu suspenso – sendo que algumas delas estão à margem da lei como atempadamente será provado.

Quanto à AR:

1) Dei instruções aos meus advogados para processar os autores das difamações produzidas no Parlamento.

2) Luís Marinho é uma pessoa sem um pingo de credibilidade que tentou, como seria evidente, tirar o assunto do terreno político que é onde ele está.

3) Verifico que Ana Pitas considerou que a partir duma “resposta ambígua” recebeu uma “autorização inequívoca”. Contraditório, não?! Verifico também que, segundo a própria, foi chamada três vezes ao “inquérito”. Teve mais sorte que eu cujo testemunho foi tido como “irrelevante” o que demonstra a má fé com que todo este caso foi conduzido.

4) Quanto a Luís Castro é um mentiroso, um miserável e uma pessoa desprovida de carácter. Uma garantia ele tem: não será alvo de nenhum processo disciplinar da empresa onde continuará a sua carreira imaculada. Não estranharia aliás que fosse promovido nos próximos meses cumprindo um desejo do Gabinete do Ministro Relvas.

5) Registo, por fim, o comportamento digno e as respostas esclarecedoras de Vítor Gonçalves.

Nuno Santos”

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close