«O Festival da Canção é um sonho», Marina Ferraz em entrevista


Marina Ferraz é autora da letra de “Mais para Dar”, canção que vai subir ao palco do Festival da Canção. Nas próximas linhas vamos descobrir um pouco mais do percurso da letrista e o significado desta participação na sua vida.

Vai dar letra a uma música do Hélder Godinho. A vossa parceria já não é nova, mas conte-nos como nasceu.
A minha parceria com Hélder Godinho começou em 2010, quando ele me contactou, no sentido de escrever algumas letras para as suas músicas. Desde então, temos trabalhado bastante em conjunto.

Podemos encontrar mais trabalhos seus no mundo da música? 
Além dos originais do Hélder Godinho, que podem ver no seu canal de Youtube, fiz também já algumas letras para o Ricardo Oliveira (finalista da Voz de Portugal 1) e as letras de alguns fados.

Como recebeu o convite do Hélder Godinho para escrever a letra uma música do Festival? 
Participar em conjunto no Festival da Canção era algo que ambicionávamos há já algum tempo e, por isso, quando ele foi convidado assumimos os dois, no mesmo momento, que a canção contaria com letra minha.

Vê esta participação, como letrista no Festival da Canção, como uma oportunidade? 
O Festival da Canção é, sem dúvida, uma oportunidade. É uma oportunidade para mostrar o meu trabalho, para viver novas experiências e para crescer a nível pessoal e enquanto autora.

Como nasceu a canção “Mais Para Dar?
A “Mais para dar” nasceu de uma ideia, um mote. A letra vem responder a esse mote: a esperança para o futuro, mesmo nos piores momentos e o amor-próprio acima de tudo o resto. A música, tal como a letra, nasceu para responder a essa ideia: forte, decidida, impactante.

O que pode acrescentar ao Festival da Canção a música “Mais Para Dar”?
Creio que todas as músicas têm algo para acrescentar ao Festival da Canção. A “Mais para dar” tem o power. É um tema actual e que carrega consigo a essência do trabalho que – eu, enquanto autora e o Hélder Godinho, enquanto compositor – tentamos imprimir em tudo o que fazemos. É um tema muito forte e autêntico.

E a escolha da Carla Ribeiro como aconteceu?
A Carla Ribeiro tem uma voz poderosíssima e um talento fabuloso. Considerámos que teria a voz ideal para interpretar o nosso tema.

Os dados estão lançados e a ordem de actuação nas semifinais já foi decidida. Sente-se confiante na qualificação para a final do Festival da Canção 2014? 
Eu acho que, este ano, é muito difícil prever quem serão os finalistas. As equipas são, na globalidade, muito boas e há vozes fabulosas a interpretar as canções. Ainda assim, tenho confiança no trabalho que apresentaremos, no tema que criámos e no talento da Carla Ribeiro. Por isso, acredito que é possível integrarmos o lote de cinco canções que chegarão à final.

O que é para si o Festival da Canção? 
Para mim, o Festival da Canção é um sonho. Desde menina que sigo e que desejo ter uma letra minha no Festival. Julgo que, apesar de tudo o que se diz, o Festival era e continua a ser um marco e sinto-me muito orgulhosa por poder fazer parte dele, neste 50º aniversário.

Rapidinhas: 
Vício… Café
Livro… “Mensagem”, de Fernando Pessoa
Na TV não dispenso… O Festival da Canção e o Festival Eurovisão da Canção
A pessoa que mais admiro… A minha mãe
Não vivo sem… Escrever
Não saio de casa sem… Papel e caneta
Um dia corre bem quando… Tenho tempo para parar… E sorrir

Marina, uma última questão: a sua vida dava uma novela porque?
A minha vida dava uma novela porque tem enredo para tal. Desde a menina que fui, à mulher que começo agora a ser. Na minha vida houve momentos menos bons, momentos de desânimo, momentos de quase-desistência. Mas também houve perseverança e um solo firme que me segurava aos sonhos e me fazia nunca desistir de facto. E, por isso, apesar das coisas menos boas, descobri realmente que tenho “mais para dar”. Descobri que nunca se deve desistir e que é caminhando que se chega ao destino. Estou a caminhar para o sonho. E vale a viagem!

Entrevista: José Raposo
Revisão:
Margarida Costa

Pode comentar a entrevista no Fórum Zapping e no Facebook.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close