Odisseia estreia em exclusivo o ‘reality’ “David Beckham no Brasil”


David Beckham passou duas semanas na Amazónia para um documentário da BBC, que o Odisseia revela em estreia exclusiva para Portugal dia 1 de julho, às 23h.

“David Beckham no Brasil” é o road-movie que acompanha as peripécias do ícone do futebol britânico por terras da América Latina, acompanhado dos amigos Derek White, Dave Gardner e Anthony Mandler, autor deste documentário e um dos mais conceituados realizadores de videoclipes do mundo.

Ao longo de 90 minutos os espectadores são informados sobre a beleza natural do Brasil através de imagens espectaculares inteiramente gravadas com tecnologia Red Epic, a mesma que James Cameron está a usar para gravar “Avatar 2”.

Partindo do Rio de Janeiro, Beckham e os amigos deslocam-se até Manaus, a porta do Amazonas. A partir de lá, iniciam uma aventura de mota e barco que, com a inestimável ajuda de guias locais, os levará a conhecer a pequena comunidade de Angelin, a subir o rio Negro até às margens do rio Cuieiras e a entrar na selva Amazónica para tentar encontrar a remota tribo Ianomami.

«Tínhamos o desejo de fazer algo de mota num lugar que deixasse os três felizes. Também era importante escolher um lugar onde eu não fosse reconhecido, e encontramos isso», referiu Beckham na conferência de apresentação do documentário.

O resultado desta aventura por ocasião do Mundial do Brasil, mostra o ex-jogador do Manchester United e do Real Madrid a pescar, a cozinhar e a acampar.

São 12 dias de viagem, com noites passadas ao relento e encontros imediatos com anacondas, jaguares, tarântulas ou rãs venenosas, que tiveram como auge a visita à tribo ianomâmi.

Victoria Beckham, mulher do ex-futebolista, familiarizada com a vaidade do marido, questionou-o como iria lidar com o efeito da humidade no cabelo. «Vou usar um chapéu», disse o jogador, daí o facto de aparecer de boné ou lenço na cabeça em grande parte do documentário.

O antigo futebolista, que foi recentemente notícia pela aquisição de uma nova casa no morro do Vidigal, uma conhecida favela do Brasil, foi ex-capitão da seleção inglesa e participou em três Mundiais – 1998, 2002 e 2006.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close