“Onde Está Elisa?”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 40 (12 a 18 de novembro)

Tiago está ao telefone com o procurador e informa-o que perderam o contacto com Francisca. Tiago explica que foi uma decisão dela, mas que estão a tentar localizá-la.  Carlos conduz um pouco perdido inverte outra vez a marcha para seguir para Colares.  Raquel analisa várias imagens e detém-se numa imagem em que parece um carro igual ao de Francisca. Confirma que se trata do carro de Francisca. Francisca está à espera e vai até à porta e espreita para fora.

Resolve ligar o seu telemóvel pessoal e toca, é Rui.  Francisca não atende e Rui está desesperado. Olívia e Constança tentam acalmá-lo. Francisca ouve passos vindos de fora, dirige-se para a porta e vê Carlos. Francisca diz que ele tem que sair dali senão matam Elisa e Carlos tenta acalmá-la e fazê-la ver que já passou muito tempo e não entregaram Elisa.  Raquel informa que Carlos se dirigiu para Colares, onde já estava o carro de Francisca e que aguarda nova comunicação.

Francisca sai da casa com Carlos, ainda olhando em redor na esperança de ver Elisa.  A porta de casa de Manuel é arrombada por dois inspetores e avançam para o seu interior. Os inspetores entram no quarto e ficam surpreendidos ao ver Manuel seminu, na cama, o corpo sem vida, resultado de uma asfixia auto-erótica que correu mal.

Os inspetores olham espantados, as paredes estão repletas de fotos de Elisa e de recortes de jornais sobre Elisa. Carlos e a sua equipa fazem o ponto de situação da noite anterior e falam também do que aconteceu a Manuel. Rui está apático e Francisca diz-lhe que ainda vai voltar a abraçar Elisa.

Carlos e Tiago falam da operação resgate e Carlos continua a acreditar que Elisa está em fuga por vontade própria. Tiago acha melhor marcarem um encontro com a imprensa para evitar especulações inusitadas.  Constança dá apoio a Francisca que lhe diz que Rui desistiu.

Constança avança para o quarto para ver o irmão.  Constança apoia Rui.  Francisca liga a Carlos para saber novidades e fica a saber o que aconteceu a Manuel. Francisca está em choque e conta a Constança.

Olívia tenta explicar a Inácio e Sebastião que Manuel morreu. Mário pede a Ana que escreva um artigo sobre Manuel, enquanto suspeito no caso Elisa. Ana recusa-se a fazê-lo porque Manuel era seu amigo, mas Mário exige que o faça.

Bruno visita Rui e Francisca e reforça que a situação de Elisa exige um momento de trégua e que nesta questão familiar podem contar sempre com ele. Carlos e Raquel falam do caso Elisa e Carlos acredita que Elisa não está a agir sozinha.

Constança, Zé Pedro e Olívia falam do estado de Rui e Constança diz que vai assumir a presidência da Fundação. Tiago comunica a Carlos que já pediu à Procuradora a autorização para por os telefones dos Menezes sob escuta. No colégio Matilde quer saber se Sebastião tem notícias de Manuel. Entretanto entra Cláudia a falar de “asfixiofilia”.

Matilde pega no telemóvel de Cláudia e lê a notícia de Manuel sem acreditar e desmaia.  Rui conversa com Carlos e quer saber se há a possibilidade de Elisa estar viva e agradece a Carlos por ter sido um homem de palavra e não ter contado do seu caso com Joana a Francisca. Rui pede-lhe que seja também honesto com ele e lhe diga se está a ter um caso com Francisca.

Constança diz que tem que sair, porque lhe ligaram da escola a dizer que Matilde se sentiu mal e tiveram que chamar o INEM. Olívia diz que a acompanha e entretanto chega Zé Pedro. Tiago, acompanhado por Carlos faz comunicado à imprensa sobre o caso Elisa.

Rui diz que foi falar com Carlos a Francisca e que Carlos põe a hipótese de Elisa ter fugido de livre vontade. Rui pede tréguas a Francisca e Francisca diz que as desconfianças que têm um do outro não são comparáveis.

Carlos está reunido com a sua equipa e colocam várias hipóteses em cima da mesa sobre o caso Elisa.  Bruno está em casa, Constança, Gonçalo e Matilde chegam e Constança diz ao marido que Matilde teve um desmaio.

Constança pede para Gonçalo acompanhar a irmã até ao quarto e comenta com Bruno que Matilde está completamente em choque com o que aconteceu a Manuel.  Rui resolve sair e rejeita a companhia de Francisca e deixa a carteira em cima da cómoda. Ana visita Alexandra e diz-lhe que precisa de falar com alguém sobre Manuel e bebem.

Bruno e Constança conversam e Constança diz que apreciou o gesto dele ao ter ido apoiar Rui neste momento difícil. Bruno olha para Constança com atenção, a sua fragilidade excita-o. Agarra-a e beija-a e Constança corresponde. Depois decide ir-se embora.

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close