“Onde Está Elisa?”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 38 (12 a 18 de novembro)

Olívia e Zé Pedro estão reunidos com Bruno, tentando chegar a acordo, mas Bruno não aceita o dinheiro de Rui, quer o projeto de volta.  Carlos chega à casa dos Menezes. Francisca começa a ler e chora depois de ler a carta. Inácio e Alexandra especulam sobre a contratação de Joana.

Carlos e Raquel dizem que vão levar a carta para análise, para fazerem alguns testes. Alexandra fala com Júlio e conta-lhe as suas desconfianças sobre Manuel. Gonçalo e Matilde chegam da escola. Constança, Bruno e Beta recebem-nos, dando os parabéns a Matilde. Gonçalo recebe telefonema de Manuel e afasta-se. Matilde recebe presentes e dá um abraço emocionado ao pai.

Manuel fala ao telemóvel com Gonçalo e combinam como vão fazer com a festa surpresa. Alexandra e Júlio continuam a falar e Alexandra manifesta a sua preocupação com a festa surpresa que vão fazer à Matilde.  Carlos entrega o saco com a carta de Elisa. Cosme cheira delicadamente a carta e afirma que acha que Elisa pode estar num ambiente rural.  Francisca e Rui voltam a discutir e Francisca sai para ir à judiciária buscar a carta.

Bruno, Constança, Matilde e Gonçalo acabaram de jantar e Gonçalo diz a Matilde que está na hora de irem sair. Constança provoca sexualmente Bruno e envolvem-se. Sebastião, Sandra e Manuel ultimam os preparativos para festa surpresa de Matilde. Bruno e Constança acabaram de ter sexo e esta pede-lhe que volte para casa.  Matilde e Gonçalo chegam ao café Cagliari, está tudo às escuras, mas de repente as luzes acendem e todos dizem: “Surpresa”.

Matilde fica a saber que foi Manuel que preparou tudo e abraçando-o.  Carlos tem uma fotocópia da carta de Elisa e relê-a. Francisca chega e acabam por se beijar.

Entretanto Raquel entra e Francisca sai sem levar a carta. A festa decorre e Sebastião dança a fazer-se a Ana. Gonçalo, mais tímido, conversa com Cláudia. Matilde e Manuel beijam-se. Chega Júlio, desliga a música e diz que a festa acabou e ficam todos em pânico.  Raquel repreende Carlos por ele ter beijado Francisca. Rui está a beber quando Francisca chega e pergunta-lhe pela carta e Francisca disfarça dizendo que a judiciária ainda precisa dela.  Júlio interroga Manuel e pergunta-lhe se tem consciência que a rapariga que estava a beijar e que estava a beber álcool é menor.

Júlio quer saber se Manuel se interessa por raparigas mais novas e compara a situação com Elisa. Pergunta-lhe se tem algum alibi para a noite do desaparecimento de Elisa e Manuel diz que não fez nada.  Rui pergunta a Francisca se tem um caso com Carlos e Francisca fica atónita. Carlos revela a Anabela que se envolveu com Francisca.

Na Fundação Constança e Zé Pedro falam da “guerra” entre Bruno e Rui. Constança diz a Zé Pedro que acredita que Bruno vai voltar para casa e que na noite anterior se envolveram, deixando Zé Pedro enciumado.

Rui vai a casa de Joana e confronta-a por estar a trabalhar para Bruno, com Joana a desculpar-se que se limitou a aceitar a proposta que ele lhe fez, vincando que nunca aceitaria viver às custas dele. Joana manda Rui sair, à beira das lágrimas.

Zé Pedro está desfeito com a revelação de Constança e pergunta-lhe como pode ser feliz ao lado de um homem que não ama. Zé Pedro beija-a com violência e Constança fica perturbada.  Raquel e Carlos falam do caso Elisa, Júlio chega e diz ter encontrado uma pessoa que pode ser suspeita no caso Elisa.

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close