“Onde Está Elisa?”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 26 (29 de outubro a 4 de novembro)

Sebastião diz a Ana que gosta de mulheres mais velhas, quando Olívia aparece com Joana e o apanha a trabalhar. Olívia diz ao filho que não o quer a trabalhar e conta a Sebastião que Ana é a jornalista que anda a dar cabo da família, mas ele reage com ironia.

Olívia recebe um telefonema de Rui a avisá-la do acidente de Constança. Constança acorda no hospital, de colar cervical e com Bruno ao seu lado, que lhe diz que ela sofreu um acidente.

Sebastião discute com Alexandra por ter avisado a mãe dele e acusa-a de querer saltar para a espinha de Olívia, fazendo com que Alexandra se vá embora furiosa.

Olívia chega ao hospital, onde já estão Francisca e Rui. Bruno vem do quarto e diz que Constança acordou e já se recordou do acidente, dizendo-lhes que a podem ver, pois ele vai a casa dar a notícia aos miúdos.

Yuri, bêbado, tenta abusar de Elena, que se defende e sai a correr dali. Constança fala ao telemóvel com Bruno, que diz que os filhos lhe mandam beijos e lhe desejam as melhoras. Quando desliga, uma enfermeira diz-lhe que tem uma visita e Constança vê Zé Pedro, que a olha com ternura.

Matilde quer saber junto de Bruno se a mãe vai ficar bem e Bruno tranquiliza a filha, enquanto Gonçalo se mostra mais frio e seco e diz ao pai que é a sua maneira de sofrer. Constança diz a Zé Pedro que aquilo do clube foi um mal-entendido e confessa que a ama, mas Constança vira-lhe a cara e Zé Pedro vai embora.

Carlos vê Elena sair de casa e aborda-a, pedindo-lhe que não tenha medo, pois não está ali como polícia, mas sim como alguém que precisa da ajuda dela. Sebastião chega a casa e encontra os pais a esperá-lo. Inácio diz que deixa o filho trabalhar com a condição de não baixar as notas e Sebastião promete que isso não vai acontecer, ainda que Olívia não acredite no filho.

Elena diz a Carlos que Zé Pedro não tinha preferência por nenhum tipo de clientes em especial e pede ao inspetor se pode ficar com o contacto dele. Carlos entrega-lhe um cartão, dizendo-lhe que pode ligar quando quiser.

Raquel e Júlio aparecem em casa de Zé Pedro para falarem com ele sobre o homicídio de Vânia, deixando-o estupefacto. Carlos abre a porta em tronco nu a Tiago e combina encontrar-se com ele no café lá em baixo, dizendo não estar sozinho em casa e deixando o sogro surpreendido.

Zé Pedro diz que só conhece os proprietários da casa de strip de vista e Raquel e Júlio colocam-lhe questões sobre Elisa, mas Zé Pedro diz que não admite ser interrogado e que, como advogado, conhece os seus direitos, revelando que Carlos já fora falar com ele, para fúria de Júlio.  Tiago pergunta a Carlos se ele estava com Raquel, mas Carlos diz ao sogro que não é da conta dele.

Tiago diz que já foi, quando ele traiu Margarida, mas Carlos diz que esta o perdoou e Tiago diz que não está ali para falar das aventuras dele, mas para lhe explicar como as coisas vão funcionar nos próximos tempos.

Olívia diz a Inácio que o método dele com Sebastião vai falhar redondamente e Inácio diz-lhe que deviam ter outro filho, mas Olívia recusa de imediato. Sebastião, que vinha a entrar, diz que nem é má ideia, pois a mãe já teria outro para chatear. Tiago diz a Carlos que ele foi afastado para evitarem chantagens de quem possa ter mandado aquela fotografia dele a ameaçar Yuri, quando aparecem Raquel e Júlio, e este exige saber com que direito é que Carlos foi interrogar Zé Pedro.

Zé Pedro entra em casa com uma série de jornais debaixo do braço, começando a folheá-los à procura de algo. Carlos diz que o Comissário da PSP falou com ele porque não sabia que ele estava de baixa e não resistiu a ir fazer umas perguntas a Zé Pedro, mas Júlio e Tiago dão um sermão em Carlos, com Júlio a dizer-lhe que não o queira ver furioso.

Júlio e Raquel vão embora e Tiago diz a Carlos que já percebeu que não era Raquel quem estava com ele.Zé Pedro examina, com ar preocupado, um artigo que tem algumas fotos da rusga no bar de strip.

Constança aguarda por Bruno numa cadeira de rodas e de colar cervical e reclama por ele chegar atrasado, quando teve um acidente e precisa descansar, mas Bruno diz que isso não a impediu de receber a visita do amante e muita sorte tem ela em não ir de táxi para casa. Constança levanta-se da cadeira de rodas e vai embora, irritada.

Francisca vê Sofia com o jornal com a foto de Zé Pedro, tira-lho da mão e sai disparada para a sala. Francisca, de jornal na mão, pergunta a Rui se ele sabia daquilo, querendo saber por que é que o marido não lhe contou, mas Rui diz-lhe que não têm nada a ver com a vida de Zé Pedro.

Francisca diz que têm a partir do momento em que ele convive com as suas filhas e exige que Rui o despeça pois não quer um tarado daqueles perto da família. Gonçalo diz a Matilde que acha que a mãe teve o acidente porque ia ter com o amante e Matilde chama-lhe estúpido.

Os dois são interrompidos pela voz de Bruno a chamá-los e a dizer que a mãe já chegou a casa. Manuel pergunta a Ana, que folheia o jornal, se foi má ideia contratar Sebastião, mas Ana diz que não enumerando os defeitos do rapaz, embora Manuel a contrarie dizendo que bem viu como ela ficou interessada nele.

Ana diz que o vai transformar num cavalheiro e fica perplexa ao ver a foto de Zé Pedro na rusga ao bar de strip. Sebastião vê um site com quartos para alugar e conta o dinheiro que tem.  Ana aparece na Judiciária e quer falar com Raquel sobre Zé Pedro, mas Raquel faz-se de desentendida, quando aparece Júlio e lhe diz que ela não pode estar ali.

Ana pergunta se querem tecer algum comentário sobre a possibilidade de Zé Pedro ser suspeito do desaparecimento de Elisa, mas Raquel manda-a ir perguntar isso à sua fonte dentro da PJ.

Ana diz a Júlio e a Raquel que não sabe quem é a sua fonte, pois nunca se identificou e sempre a contatou de telemóveis diferentes, mas promete contar-lhes se for contactada, desde que eles lhe deem informações sobre Zé Pedro, mas Júlio e Raquel dizem que já perderam demasiado tempo com ela.

Júlio fala com Tiago sobre as pistas que têm e diz-lhe que o pacote de chocolates encontrado na casa de Colares não lhe sai da cabeça, pois eram dos preferidos de Elisa e só pode ter sido alguém que a conhece bem. Raquel chega com uma foto forense duma jovem que foi assassinada e se encontra na morgue.

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close