“Ouro Verde”: Resumo dos próximos episódios

Anterior1 de 41Seguinte

Resumo dos próximos episódios de “Ouro Verde”:

Episódio 147 (8 de julho)

Jorge e Bia estão chocados com o que Padre Sebastião lhes conta e ele assegura-lhes que ficou a saber pela própria Vera.

Joaquim discute com Lúcio pelo que está a fazer a Judite, mas esta acaba por admitir que não foi ela quem atropelou Bia e Lúcio abraça a irmã, que cai em pranto, mas avisa o sobrinho que ainda fala com ele sobre o tal vídeo.

Padre Sebastião diz que Vera agiu cega de ciúmes e Bia diz a Jorge que Vera é doente, pois ela e a filha podiam ter morrido, além de que ela nunca mais vai poder ter filhos, sendo que Jorge a tenta acalmar.

José diz a Mónica que é melhor internar Salvador e Mónica acha a decisão demasiado radical, dizendo ao sogro que vai falar com Francisco, o psicólogo que aconselhou Salvador, recusando a proposta de José para ter uma conversa com Miguel sobre o estado em que o filho se encontra.

Inês está muito ansiosa e liga a Bia, deixando-lhe uma mensagem a perguntar novidades de António. Sol encontra a mãe naquele estado de nervos, mas Inês desvaloriza, afirmando ser coisa de adultos.

Laurinda anuncia a Bernardo e Sancha que o jantar está servido, quando aparecem Rita e António, que lhes para irem comendo, pois vai a casa do pai esclarecer a história de Miguel o ter tentado matar, ainda que Rita o tente demover da ideia.

Bia quer ir falar com Vera, mas Jorge diz-lhe que não é boa ideia e Padre Sebastião concorda com Jorge, dizendo-lhe que a polícia sabe o que fazer, ao que Bia responde que irão à PJ de manhã saber que atitude é que eles pretendem tomar contra Vera.

Amanda e Tiago falam sobre o caso do processo desaparecido, enquanto Catarina permanece com ar ausente, até que Amanda se dá conta que está a mais e os deixa a sós, levando Tiago a perguntar se ela está a pensar em Tomás, mas Catarina garante que não.

António quer ir a casa do pai para falar com Miguel, mas Rita, Sancha e Bernardo dizem-lhe que ele separou-se de Mónica, contando ainda do que aconteceu a Salvador e a Mafalda, com Rita a revelar que Jorge é o culpado pela destruição da sua família, o que deixa António bastante raivoso.

Vera recorda a chantagem sobre Judite e Joaquim, ligando a Judite, mas ficando com raiva por não ser atendida.

Lúcio diz a Judite que ela fez bem em contar a verdade, pois Vera pode voltar a tentar fazer o mesmo, mas Judite garante que Vera está arrependida e mente ao afirmar que foi por pena da patroa que assumiu a culpa do crime.

Aparecida entre um chá a Bia, que diz a Jorge e a Padre Sebastião que ela e a filha não estão a salvo de Vera, pois ela pode, por exemplo, voltar a passar-se caso Henrique volte ali para casa.

Catarina diz a Tiago que já perdoou Tomás pelo que ele lhe fez, mas que ele não a perdoou por ela ter mentido e Tiago fica abalado quando Catarina confirma que ainda gosta do rapaz.

Francisco chega a casa de José e Mónica conta-lhe que Salvador reagiu muito mal à notícia de que Jorge está vivo e Francisco afirma que Salvador não está arrependido, pelo que pode voltar a tentar, levando Mónica a perguntar ao psicólogo o que é que ele acha de Salvador ser internado numa clínica psiquiátrica.

Hadja diz a Jéssica que o que mais quer é ficar ali em casa e os dois discutem sobre o que cada um fez no decurso do processo de divórcio, acabando aos beijos e sendo apanhados por Claúdia, que se surpreende ao vê-los juntos.

Francisco diz a Mónica e a José que eles devem ouvir a opinião de um psiquiatra e recomenda-lhes um, ficando a sós com Mónica, de quem diz sentir a falta, ao que ela responde que também sente e admite estar confusa em relação a Jorge, pois ele afirma ser inocente é vive com a sua filha, mas existem as provas que a polícia tem em seu poder.

Judite diz a Lúcio que, se não assumisse as culpas por Vera, ela ia perder o filho, mas Lúcio contrapõe que ela poderia ficar sem ver Sérgio se fosse condenada a prisão efetiva, além de a questionar sobre como vai recuperar o seu bom nome.

Mónica diz a Francisco que teme que a filha esteja a ser ingénua como ela foi, mas Francisco diz-lhe que a prioridade é Salvador, no que Mónica concorda, mostrando que tem saudades dele, assim como Francisco afirma ter saudades dela.

Judite diz a Lúcio que agiu por pena e garante ter mentido a Sérgio e Joaquim, afirmando que passará no dia seguinte na PJ para dar a sua versão dos factos e Lúcio pergunta a Sérgio pelo vídeo contra Vera, mas Sérgio mente e diz não existir vídeo nenhum, o que parece deixar Lúcio convencido, mas Joaquim muito desconfiado.

Jéssica e Hadja contam a Cláudia que a história da foto foi uma armadilha de Cátia para os separar, mas Cláudia diz que ela não deve ter feito aquilo sozinha e que deve haver mais alguém metido nessa história.

Sérgio diz à mãe que ela fez bem em contar a verdade e oferece-se para ir com ela à PJ, mas Judite diz que está ali Joaquim, que, ao ficar sozinho com a mulher, a agarra com força pelo braço e lhe pergunta se ela ficou maluca para contar a verdade.

Bia e Jorge estão deitados, com Bia a dizer que Vera é doente e psicótica, perguntando a Jorge o que lhe faltará a ela fazer pior do que já fez.

Anterior1 de 41Seguinte
Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close