"

Para Teresa Guilherme a culpa do estado da TVI… é da própria TVI

Teresa Guilherme

Teresa Guilherme

Teresa Guilherme colocou o dedo na ferida e, sem rodeios, deu a sua opinião sobre o estado da TVI no que às audiências diz respeito.

A mudança de Cristina Ferreira para a SIC terá sido o grande catalisador da atual liderança absoluta da estação de Paço de Arcos.

A antiga apresentadora da quatro avança que, no seu entender, o facto da estação ter apostado em programas anteriormente apresentados por Cristina poderá ter prejudicado Queluz de Baixo.

«Quando a Cristina saiu esperava que ela tivesse a capacidade de derrubar as manhãs. A queda da TVI toda junta já foi um conjunto de opções discutíveis porque não faz sentido», referiu, em declarações à TV7 Dias.

A veterana avança no diagnóstico: «A Cristina passando para a SIC criou curiosidade e aproveitaram essa oportunidade para fazerem inovações. Mudarem uma quantidade de coisas que fizeram com que a curiosidade se mantivesse ali mas a TVI podia ter reagido de outra forma».

“A Tua Cara Não Me é Estranha” regressou com Maria Cerqueira Gomes. Também o “Dança com as Estrelas”, originalmente apresentado por Cristina Ferreira, voltou, desta feita conduzido por Rita Pereira e Pedro Teixeira.

Houve ainda a continuidade do “Apanha se Puderes” com a mesma dupla de atores escolhida para o programa de dança com celebridades.

A aposta nestes formatos associados a Cristina Ferreira poderá ter levado a uma «permanente lembrança da ausência de Cristina». Esta é a opinião de Teresa Guilherme.

«Acho que a TVI fez uma quantidade de erros, em horários diferentes. Acho errado manterem os programas como o “Dança com as Estrelas” e o “A Tua Cara Não Me é Estranha” porque são dois formatos que tinham sido apresentados pela Cristina. Ou seja, a permanente lembrança da ausência desta não ajudou. É como se tivessem a enaltecer uma coisa que já não tinham», disse ainda a rainha dos reality shows.

«Os programas têm um dono, não é? Têm uma imagem. E acho que essa reação à saída da Cristina levou a que a TVI se deixasse abalar em muitos horários. A manhã provavelmente perderia mas, se calhar, nos outros horários não perderia tão rápido», completou Teresa Guilherme, em declarações à revista da Impala.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close