“Perdidos e Achados” recorda nascimento de trigémeos

SIC recupera a história do Nuno, do André e da Andreia.

No “Perdidos e Achados” desta semana, a SIC recupera a história do Nuno, do André e da Andreia. Os trigémeos que Portugal conheceu, em 1994, ainda na maternidade.

Com o nascimento das crianças, os pais enfrentaram um misto de alegria e muita apreensão.

A família vivia com dificuldades num pequeno anexo, num pátio em Porto Brandão. Uma casa com duas assoalhadas, onde mal cabiam já os pais e um outro irmão mais velho.

O programa “Praça Publica” alertou, na altura, para as carências da família.  Dezoito anos depois, o “Perdidos e Achados” foi à procura da família Figueira. Como estarão e como vivem agora os pais e os gémeos, acabados de entrar na idade adulta?

‘Vida Gémea’, uma reportagem com exibição marcada para sábado, no “Jornal da Noite”.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close