“Poderosas”: Resumo de 13 a 19 de julho

Anterior1 de 5Seguinte

A SIC já disponibilizou o resumo da novela “Poderosas” da semana de 13 a 19 de julho.

43º Episódio

Destaque: Jacinta fica desesperada quando Dinis lhe conta que vai aceitar a proposta de Luísa para trabalhar na Chão de Portugal. Violeta vai à quinta de Marina dizer-lhe que o cônsul não conhecia ninguém da família de Luísa ou Dinis nem mesmo José Maria.

Violeta pressiona Amélia mas esta recusa-se a fazer algo que vá magoar Luísa.

Miguel vai a casa de Violeta e convence-a a continuarem o plano de separar Luísa de Dinis fazendo com que Dinis sinta ciúmes de Luísa e Miguel por viverem na mesma casa.

Alfredo tenta reconciliar-se com Valquíria e quase lhe conta a verdade mas perde a coragem. Tanto Valquíria como os filhos, Rúben e Cila, estão desiludidos porque pensam que este os está a enganar com outra mulher. Valquíria já não acredita no marido.

Luísa fala com Marina sobre Dinis ir trabalhar na Chão de Portugal e esta assente imediatamente, deixando a filha muito feliz.

Jacinta, ao saber da possibilidade de Dinis ir trabalhar na quinta fica muito apreensiva e desmotiva Dinis a fazê-lo.

Gonçalo fala com Inês ao telefone a combinar encontrar-se com esta. Logo de seguida, Cila telefona-lhe a querer vê-lo também. Gonçalo fica indeciso, sem saber para onde ir.

Julião é surpreendido pela sua amante Noémia, na sua própria casa.

Salomão elogia Inês que está pronta para sair com Gonçalo. Olga sente ciúmes ao ouvi-lo.

Ao telefone, Gonçalo inventa uma desculpa para chegar mais tarde ao pé de Inês. Esta disfarça a tristeza.

Salomão planeia em breve ir viver para África e ajudar refugiados e pessoas necessitadas em voluntariado. Quer desapegar-se dos bens materiais e viver só pela satisfação de ajudar.

Valquíria recorda com Cila, que a sua avó sofreu muito porque o pai de Alfredo era viciado no jogo. Tem muito medo que Rúben se vicie também e, em momento nenhum, lhe ocorre que o problema de Alfredo é esse mesmo.

Gonçalo aparece para uma visita rápida a Cila e saem para dar uma volta.

No salão de jogos, Alfredo bebe uma aguardente. Desabafa com António que o aconselha a contar toda a verdade mas este não tem coragem de contar que é viciado no jogo. Recebe um telefonema a desafiarem-no para jogar e sai a correr.

Em casa de Amélia, Rúben desabafa sobre o pai. Esta está absorta noutros pensamentos, deixando-o irritado. Este reclama que Amélia deve ambicionar ter uma família e filhos e que não pode só pensar no trabalho. Desafia-a ao ponto de esta desabafar que já teve uma filha. Amélia sai muito desorientada.

Rúben segue-a e convence-a a dançar para exorcizar os seus fantasmas e tristezas. Amélia dança de olhos fechados sob o olhar atento de Rúben.

José Maria aparece de repente e surpreende-os. Amélia, muito atrapalhada manda Rúben embora e desculpa-se perante José Maria. Este ironiza, dizendo que gostou de a ver descontrolada.

Gonçalo chega já de noite ao palacete para visitar Inês. Esta diz-lhe que aquela hora já não valia a pena ter vindo, encaminha-o para a porta e despede-se triste.

Jacinta sonha que Dinis e José Maria sabem que são pai e filho e que estão unidos contra si. Acorda, estremunhada, e afirma que não pode permitir que isso aconteça nunca.

Alfredo consegue ganhar algum dinheiro no jogo.

Amélia vai a casa de Violeta e aceita as condições que esta impôs. Como não confia nesta, Amélia mostra-lhe as fotografias que tirou de Violeta envolvida com Miguel e ameaça-a de mostrar a Dinis que estes andam enrolados. Violeta assente e fica entusiasmada com a promessa de que Amélia vai afastar Luísa de Dinis.

Homero e Miguel regressam à quinta. Marina recebe-os de braços abertos e com muitas saudades. Miguel beija Luísa efusivamente, deixando-a constrangida. Gonçalo fica enojado com a presença de José Maria e sai da sala.

Jacinta fica desesperada quando Dinis lhe conta que vai aceitar a proposta de Luísa para trabalhar na Chão de Portugal.

Violeta vai à quinta de Marina contar-lhe quem realmente salvou Dinis da prisão em Kuala Lumpur. Conta também que o cônsul lhe disse que não conhecia ninguém da família de Luísa ou Dinis e que não conhece José Maria de lado nenhum. Marina fica atónita a ouvi-la.

Anterior1 de 5Seguinte
Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close