“Poderosas”: Resumo de 8 a 14 de junho

Anterior1 de 5Seguinte

A SIC já disponibilizou o resumo da novela “Poderosas” da semana de 8 a 14 de junho.

18º Episódio

Destaque: Homero vai novamente a casa de António exigir o pagamento do novo valor da renda de casa e ameaça que vai colocar António e Manuel na rua se não pagarem.

José Maria ameaça que vai contar a Marina que Gonçalo não anda na universidade se este não assumir a culpa pelo sucedido com Adelaide na discoteca.

Dinis expulsa Violeta do seu quarto e obriga-a a devolver-lhe a chave de sua casa.

Miguel assiste ao momento em que Violeta sai de casa de Dinis meio despida e a chorar. Acaba por consolá-la e envolvem-se aos beijos.

No palacete, Inês assiste a um filme. Gonçalo adormeceu ao seu lado e acorda estremunhado. Tenta novamente aproximar-se de Inês mas esta afasta-o e acaba por se ir embora.

Miguel entra em casa e cruza-se com Luísa. Galanteia-a sem sucesso nenhum.

José Maria tenta insistentemente falar com Marina por telefone mas esta não atende.

Pede então a Miguel que o ajude a vigiar Gonçalo porque desconfia que este esteja por detrás do sucedido na discoteca.

Dinis conta a Jacinta sobre a invasão de Violeta e pede-lhe por favor para não dar qualquer tipo de confiança.

Jacinta repara num bilhete escrito por Marina a agradecer a amizade e a dizer-lhe que é hora de enfrentar a realidade.

Marina chega a casa e José Maria implora uma vez mais para que acredite nele. Marina pede-lhe tempo para pôr as ideias em ordem.

Marina desculpa-se aos filhos por ter desaparecido. Ambos querem perceber o que vai acontecer e apoiam a mãe. Marina pede-lhes algum tempo para deixar ir José Maria da sua vida.

Homero aconselha José Maria a ter muito cuidado com o que vai fazer a seguir pois não tem muita margem de manobra.

Valquíria discute com Alfredo novamente por causa das suas ausências. Está preocupada com Rúben José por este poder estar envolvido em jogo e Alfredo apazigua-a. Este recebe uma chamada de Homero e volta a sair, deixando Valquíria ainda mais furiosa. Virgínia observa e garante a si mesma que vai mostrar à irmã quem é o cunhado.

Valquíria queixa-se a Rúben José e acha que o seu casamento com Alfredo vai acabar.

Julião sabe por um cliente que vai abrir uma loja de chineses no bairro. Fica indignado deixando Bruna e David em pânico.

Olga discute com uma cliente sobre a escolha de decoração que fez que não está de acordo com o gosto da mesma.

Violeta e Miguel voltam a envolver-se mas estabelecem o acordo de continuar a lutar por Dinis e por Luísa.

Marina conta a Amélia que está com problemas com José Maria e tem muitas dúvidas de que as coisas voltem a ser iguais. José Maria interrompe-as e Marina pede-lhe que as deixe trabalhar. Este sai contrariado.

Em 2003, Amélia chega a casa carregada de sacos e encontra a vizinha caída no chão. Percebe que não respira. Amélia abre os braços para o céu e sente-se livre.

Rúben vai à quinta pedir satisfações a Alfredo pelas suas ausências. Está preocupado com Valquíria. Alfredo fica fora de si e manda-o embora.

Rúben coloca o capacete e arranca com a mota. Embate numa pedra e cai. É Amélia quem o vai socorrer e Rúben fica novamente embasbacado ao vê-la.

Em casa de Amélia, Rúben faz o curativo e galanteia-a. Convida-a para jantar e esta responde-lhe que tem idade para ser sua mãe.

No clube de ténis, Bruna Filipa fofoca com Virgínia e Valquíria sobre Marina ter dormido em casa de Jacinta e por Violeta ter sido vista a sair de lá quase despida.

Julião desabafa com os clientes sobre a loja de produtos chineses que vai abrir no bairro. Diz a Manuel que os chineses são os responsáveis por António não ter trabalho porque os seus produtos são para usar e deitar fora. Manuel sente-se deprimido com a conversa.

Homero vai novamente a casa de António exigir o pagamento do novo valor da renda de casa e ameaça que vai colocar António e Manuel na rua se não pagarem.

Luísa quer acabar com a vingança assim que Marina se separar de José Maria. Já Amélia quer espezinhá-lo e humilhá-lo. Por sua vez, Jacinta esta expetante com o que irá acontecer.

José Maria entra no quarto de Gonçalo e acusa-o de ter montado a cilada na discoteca. Gonçalo recusa qualquer responsabilidade. José Maria ameaça que vai contar a Marina que Gonçalo não anda na universidade se este não assumir a culpa pelo sucedido com Adelaide na discoteca.

Anterior1 de 5Seguinte
Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close