“Príncipes do Nada”: Conheça os temas desta semana


Príncipes do Nada

Príncipes do Nada

Em todos os episódios, “Príncipes do Nada” aborda sempre alguns dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que devem ser implementados até 2030 (agenda da ONU) e que dizem respeito aos países desenvolvidos e aos países em desenvolvimento.

O próximo programa debruça-se sobre o ODS 10 (reduzir as desigualdades), o ODS 3 (promover a saúde de qualidade), o ODS 5 (igualdade de género) e o ODS 8 (trabalho digno e o crescimento económico).

O “Príncipes do Nada” de amanhã acompanha ainda vários casos de doentes com cancro no Hospital Central de Maputo, em Moçambique.

É o enfermeiro Juvenal, a alma da unidade de oncologia, quem nos abre as portas do hospital e fala da importante formação recebida em Portugal graças ao Programa Atenção Integrada ao Doente Oncológico.

O projeto, que começou em 2014, tem o apoio da Fundação Gulbenkian e do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, e vem responder à necessidade de formar uma equipa multidisciplinar de qualidade, desde a fase de diagnóstico à fase de tratamento.

Antes, em Moçambique, as pessoas morriam em casa com cancro sem o saberem, hoje já começam a estar mais sensibilizadas para a existência da doença, o que aumenta a possibilidade de prevenção e cura.

O “Príncipes do Nada” passa depois para a Ilha do Príncipe, em São Tomé, onde conhece o Mestre Leandro, um senhor de 77 anos que ensina a arte da cestaria e da esteira na Roça Paciência.

É esta técnica que dá vida à Cooperativa de Artesanato, iniciativa desenvolvida pela Fundação Príncipe Trust, que emprega várias mulheres.

Jussara, 21 anos, trabalha todos os dias com o filho no colo. Rosa Antónia, 46 anos, viúva, sustenta os quatro filhos sozinha.

Eneida, 25 anos, conta-nos que agora consegue cerca de 60 euros por mês, um valor que pode parecer irrisório, mas que lhe garante a subsistência e é superior ao salário mínimo nacional em São Tomé e Príncipe, que ronda os 40 euros.

Ester Alegre é a coordenadora dos projetos da área social da Fundação Príncipe Trust e vê na Cooperativa o “empurrão” necessário para a autonomia da mulheres santomenses.

“Príncipes do Nada” é emitido amanhã às 21h na RTP1.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close