“Príncipes do Nada” mostra esta semana o hospital de Bafatá, na Guiné-Bissau


“Príncipes do Nada” é uma série documental da RTP1

“Príncipes do Nada” é um programa de televisão criado há 10 anos pela vontade partilhada entre Catarina Furtado, enquanto Embaixadora de Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA), e a RTP.

Produzido pela Até ao Fim do Mundo, coautora do formato, este programa é dedicado ao trabalho na área do desenvolvimento nos países em vias de desenvolvimento e em Portugal.

O programa desta semana começa no hospital de Bafatá, na Guiné-Bissau. Catarina Furtado e a sua equipa acompanham o dia a dia de uma pequena equipa médica que não mede esforços para salvar vidas em condições, muitas vezes, adversas.

Este é também o regresso da equipa de “Príncipes do Nada” ao hospital onde, em 2010, se colocou a primeira pedra para a construção de um bloco operatório.

O projeto teve como responsáveis a Cooperação Portuguesa e o Fundo das Nações Unidas para a População, contando com o contributo dos espectadores da RTP através de um donativo angariado numa emissão especial de solidariedade.

Reduzir a mortalidade materna e neonatal é prioridade na Guiné-Bissau. Estima-se que, por cada 100 mil nados vivos, 900 mulheres perdem a vida.

Cerca de metade dos partos não tem acompanhamento devido. O país continua, assim, a apresentar uma das piores taxas de mortalidade materna e neonatal no mundo lusófono.

De seguida, a equipa viaja até à remota vila de Adara, na costa oeste da ilha de Ataúro, em Timor-Leste. Para sobreviverem e criarem os filhos, as mulheres da vila ousaram mergulhar num território reservado aos homens: dedicaram-se à caça submarina.

Margarida é a protagonista desta história que levou a equipa de “Príncipes do Nada” literalmente para dentro de água. A resiliência das mulheres timorenses mostra-nos como a luta pela igualdade de género neste país se continua a fazer todos os dias.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close