“Prisioneira”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 22 (17 a 23 de junho)

Teresa chama o 112. Tavares recebe uma chamada de Chaves e fica surpreendido ao saber que um dos administradores da WhiteShell se suicidou e suspeita que haja mais gente envolvida no atentado.

Omar chega ao hostel e Teresa fica aflita por vê-lo ali e assente que Vitória tem de ir para o hospital. Teresa conversa com Diogo sobre o que se passou com Vitória e Margarida informa-o que um dos administradores da WhiteShell se suicidou e que deixou uma carta fechada.

Tavares está a ver a carta que o morto deixou, bem como as fotos que vinham anexada. Tomé recebe chamada de “Besugo” e diz a Glória que vai ter de sair, deixando Glória desconfiada. Tomé entrega dinheiro a um mafioso e Glória reconhece-o.

Glória vai ter com Fredy para lhe contar o que viu Tomé a fazer, mas ele está chateado e não a quer ouvir. Leonor está a consultar umas pastas, quando tem um ataque e cai no chão.

Quando desperta, Leonor vê Graça e Mário a brincarem ao rei leão e fica indignada. Leonor está fula e Acácio brinca com ela, para tentar animá-la.

Omar informa Teresa que Vitória sofreu um aborto espontâneo, o que na opinião dele é normal, dadas as circunstâncias pelas quais tem passado.

Chaves mostra a fotografia de Carlos Pimenta e Omar garante que nunca o viu e pergunta se ele tem alguma coisa a ver com o caso de Letícia e o atentado.

Diogo está de rastos e pensa na conversa que teve com Margarida sobre Letícia. Carolina aparece e Diogo pede-lhe para ir embora, uma vez que não apareceu para fazer o teste de paternidade.

Teresa sonha com Vitória e acorda aos gritos e Omar fica assustado. Letícia entra em casa e as filhas vão a correr abraçá-la. Henrique explica que Letícia foi vítima de vários acasos infelizes e Letícia queixa-se da forma como Chaves a tratou.

Mário conta a Graça e James que a PJ fez buscas na WhiteShell e quando lá chegaram um homem atirou-se da janela. Monique comenta com Gustavo que o homem que se suicidou deixou uma carta, onde assume a responsabilidade total pelo atentado, o que deixa Letícia ilibada de qualquer acusação.

Margarida lê a carta do homem que se suicidou, onde assume total responsabilidade pelo atentado e iliba Letícia de qualquer envolvimento no mesmo.

Já toda a gente sabe o que estava escrito na carta e agora Letícia explica a série de acasos infelizes que a levaram a ser suspeita e estão felizes por terem Letícia de volta a casa e ninguém se importa que ela beba demais.

Teresa e Omar conversam sobre Letícia ter sido ilibada e Omar não consegue esquecer que tentaram culpar um muçulmano. Omar volta à conversa sobre Vitória, mas Teresa já perdeu a coragem de contar a verdade e disfarça.

Gustavo julga ver a filha e tem um ataque de pânico. Teresa e Monique olham na mesma direção que ele, para tentarem perceber o que ele está a ver, mas não veem nada. Teresa está preocupada com Gustavo e quer saber o que é que se passa ou será obrigada a reportar os últimos comportamentos dele à companhia.

Monique recebe os passageiros e informa-os do atraso do voo. Teresa chega com outro comandante e diz que Gustavo não se estava a sentir bem. Gustavo atende uma chamada de Chaves que lhe diz que sabe o que aconteceu no Brasil e exige-lhe cinco mil euros, ou conta tudo o que sabe à companhia de aviação.

James ocupa o lugar de Carlos Pimenta e explica que ele teve de se sacrificar para manter a operação em segredo e garante  que estão a estudar todas as hipóteses para manterem o plano.

Constança está indignada com as notícias e Beatriz irrita-se pela irmã não ficar feliz pela mãe ter voltado. Constança revolta-se e diz que está farta de tanta futilidade.

Diogo chega a casa e conta a Helena que Letícia foi ilibada e ela anui que agora já pode ir de férias e entrega a Diogo uma carta que deixaram para ele. Diogo abre a carta e fica aparvalhado com o que vê. Diogo vai ao hostel à procura de Carolina e Leandro diz-lhe que ela acabou de sair.

Diogo recebe chamada de Teresa, que não se conforma por ter provocado um aborto a Vitória, e ele incentiva-a a não desistir. Teresa chega a casa e repara que o saco de viagem de Omar não está no quarto, bem como algumas das suas roupas e fica aflita.

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close