“Prisioneira”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 19 (10 a 16 de junho)

Samira vai beber o veneno quando uma criada aparece com o telefone. Letícia liga a Samira e diz-lhe que vai ao casamento e pede à amiga para ter calma e diz ter uma ideia genial.

Lídia estranha a atitude de Letícia. Maleeka pergunta a Samira se desistiu de se matar e Samira encosta-lhe uma faca ao pescoço e fá-la prometer que não vai contar nada daquilo a ninguém.

Graça conta a James que propôs a Leonor que a representasse no caso contra os dois rapazes africanos que a querem difamar. Graça está convicta de que é um bom plano, pois Leonor mora no bairro deles.

Glória e Fredy conversam com Leonor para aceitar a proposta e ela anui que o dinheiro que Graça lhe ofereceu dará para pagar uma prótese nova a Acácio.

Graça fala com Leonor ao telefone e esta diz-lhe que aceita a proposta. Mário ouve parte da conversa e James explica que Graça contratou uma funcionária da Luso Wings para a defender.

Mário chega ao escritório fora de si e agarra no braço de Leonor com rudeza e pergunta-lhe qual é a ideia dela em ir trabalhar para Graça.

Leonor explica que precisa do dinheiro e que não lhe deve satisfações, deixando Mário exasperado. Teresa conversa com o pai sobre a discussão que teve com Glória e Vítor pede-lhe para ser condescendente com a irmã e afirma estar feliz por ela ir casar.

Em Al Aradi Júlio e Bashir estão a conversar sobre os prazos de entregas quando Letícia chega e fica surpreendida por ver Júlio ali, que explica que está a fornecer materiais para a construção da nova mesquita. Bashir olha para Beatriz de uma forma que a intimida.

Letícia abraça Samira que revela que o telefonema dela chegou na hora certa e Letícia diz-lhe que trouxe um presente de casamento. Omar chega e a família abraça-o.

Apesar de já saberem, Omar conta que Khalef foi encontrado morto e que quer descobrir quem fez isso e porquê, para limpar o nome da família, mas não é só isso que o prende a Portugal.

Monique e Gustavo chegam à porta do restaurante e não se apercebem que são observados por Chaves, que comunica com alguém. Omar conta aos pais que Teresa está grávida e que pretende casar-se com ela, mas Hassam ficam em choque e expulsa o filho de casa.

Leila vai atrás do irmão e Omar desabafa não compreender as posições extremas da família e defende que tem de haver bom senso.

Leila está a afastar-se no souk e não quer acreditar quando vê Constança e fica a observá-la. Diogo alicia Teresa a participar numa operação relacionada com o atentado e ela recusa por não querer enganar Omar e por estar grávida.

Diogo convence Teresa que só tem de se aproximar da namorada de Al Husayni e tentar obter informações. Monique está a jantar com Gustavo e percebe que ele está ausente e começa a dizer coisas sem nexo.

Gustavo só acorda quando Monique diz que lhe estão a apontar uma arma e ele saca imediatamente da sua. As pessoas à volta ficam assustadas e o responsável do restaurante pede a Gustavo que saia.

Monique tenta perceber qual o motivo para ele andar armado e Gustavo vai embora. Gustavo entra no quarto e agarra o peluche ensanguentado da filha e chora.

James e Chaves estão irritados pelo plano para matar Gustavo ter falhado e ambos concordam que isso é uma prioridade. Glória está a jantar e faz um balanço dos seus problemas e assente que só lhe falta resolver o de Tomé, que lhe deu uma semana para desaparecer.

Vítor chega para falar com a filha e Fredy diz-lhe que Glória não quer falar com ele, mas Glória contraria-o e diz que se esqueceu de uma coisa, e dá um pontapé no baixo ventre do pai.

Teresa conversa com Omar e pergunta-lhe se as coisas estão a correr bem e se já contou as novidades à família, ele mente, e afirma que ainda não teve oportunidade.

Vítor faz-se de vítima e pede mais dinheiro a Glória e ameaça-a com a faca com que matou Khalef. Fredy defende-a, mas acaba por ser pontapeado por Vítor e Glória fragilizada volta a perceber que só tem Fredy.  Vítor chega ao quarto e Monique esta à sua espera na cama.

Monique conta a Teresa o que se passou com Gustavo no dia anterior no restaurante e afirma que ele saiu de casa e agora mora num hotel e ficam ambas preocupadas.

Teresa põe o seu plano em marcha e arranja maneira de meter conversa com Vitória, e convence-a a dar-lhe explicações de química. Fátima e outras mulheres preparam Samira para o casamento.

Letícia anda com Beatriz a fazer compras pelo souk, e está muito entusiasmada e nem dá pela falta de Constança.

Letícia apercebe-se que Constança não está com elas, mas em vez de ficar preocupada, acusa-a de ser bicho-de-mato.

Constança está numa mesquita a assistir à oração, Leila vê-a e fica emocionada. Constança dirige-se a ela e diz-lhe ter a sensação que a conhece, mas Leila nega.

Leila comenta com Maleeka que viu a sua filha Constança em Al Aradhi e ela avisa-a, que as filhas dela ainda vão ser a desgraça de todos, se se descobre que elas não morreram. Letícia aproveita que Beatriz vai embora e encontra-se com Abdul-Salam e Diogo fotografa-a. Samira continua a ser preparada para o casamento, quando Leila entra muito perturbada.

Fátima olha-a, inquiridora, mas esta foge ao olhar da mãe. Tavares recebe a foto de Letícia e percebe que aquele homem é Abdul-Salam, um dos suspeitos do atentado de Estrasburgo. Lídia está ao telefone com Letícia, quando vê Júlio a encontrar-se com Fahad.

Lídia sai do hotel e vai atrás do marido. Um homem com uma rapariga adolescente vendada vão ao encontro de Júlio e Fahad. Júlio mete a rapariga à força para dentro do jipe e Lídia ao longe assiste a tudo horrorizada.

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close