“Prisioneira”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 48 (15 a 21 de julho)

O chefe da polícia vai ter com Diogo e Monique e revela que o casal foi envenenado e Diogo conclui que alguém tinha interesse em que eles não abrissem a boca. Diogo esclarece que não é colega de Monique e estão só a cooperar naquele caso.

James está reunido com o grupo do costume e informa que alguém lhes fez o favor de matar o casal que era informador da Mossad. Kevin convida James para jantar e este disfarça a surpresa.

O chefe da polícia revela que o casal tinha uma loja no souk, mas que a sua equipa já está lá a fazer buscas. Diogo visita Teresa e dá-lhe os parabéns pelo bebé.

O ambiente é tenso devido ao que Teresa fez com o processo de Khalef e ela afirma que só queria proteger a irmã e que veio a provar-se que ela estava inocente.

Margarida fica surpreendida por Carolina estar tão bem informada sobre as funções de Diogo na PJ e ela revela que ouviu algumas conversas através de um intercomunicador.

Carolina quer saber o que é que o pai foi fazer a Al Aradhi, mas Margarida não lhe diz. Glória vocifera contra Fredy por ele ter ido a correr atrás dela e ele acusa-a de ser uma mal-agradecida.

O portão da garagem é arrombado e surgem 3 homens armados, seguidos de Nelson, que afirma que os veio salvar.

No campo de tomate, mais três homens de Nelson controlam a Senhora idosa e Guardas. Tomé corre para Glória e abraça-a e Fredy fica lixado por terem sido Nelson e Tomé a salvarem-nos.

Nelson explica aos seus homens que aquela senhora idosa explorava jovens que encontrava pela rua e avisa que a GNR já foi informada do que se passa ali e vai agir em conformidade. Acácio varre o chão e protesta por Leandro não ter aparecido para trabalhar.

Sílvio também está preocupado por Fredy não ter dormido em casa. James chega e Acácio manda cumprimentos à mana.

James informa Sally que Kevin está em Lisboa e convidou-o para jantar. Sally teme que o marido esteja desconfiado do caso deles, mas James está convencido de que não. Teresa consegue falar com Glória e fica aliviada por estar tudo bem. Teresa conta que vai batizar o filho e depois volta para Lisboa.

Omar e Bashir conversam sobre a morte de Soraia e Khalil, Fátima acha estranho, pois conhecia-os e pareciam boas pessoas. O chefe da polícia confirma que encontraram alguns indícios de que o casal devia dinheiro a Khalef e que isso pode ter sido a causa do assassinato.

Quanto ao possível atentado em Lisboa, o chefe mostra uma foto onde está o neto de Helena. O chefe da polícia confirma que Sahid veio da Síria e Diogo sabe que os grupos terroristas por vezes se introduzem nos campos de refugiados, para recrutarem jihadistas.

Sahid está a ler o Alcorão e Helena olha para ele sem saber o que fazer. Carolina ensina Sahid a jogar snooker, mas ele revela não ter muito jeito e parte o taco ao meio.

Fredy conta a Sílvio que Glória foi apanhada por uma rede de escravatura e que ele tentou salvá-la, mas acabou por ser apanhado também.

Fredy diz que foram salvos por Tomé e Nelson e nota-se que isso o irritou. Sílvio vai abrir a porta a Nelson e Fredy fica furioso ao ouvir a voz dele. Fredy pergunta-lhe o que é que está ali a fazer e Nelson diz que só o quer ajudar.

Fredy recorda o momento em que Nelson o expulsou de casa e espeta-lhe uma faca na barriga. Glória questiona Tomé sobre Nelson e os homens que estavam com ele e Tomé mente e diz que é amigo do pai.

Lídia fica aliviada por saber que Glória está bem e fica fragilizada pela forma como a filha que fala.

Lídia pergunta a Júlio o que é que está a pensar fazer quando o homem que contratou para a matar o denunciar e sugere-lhe que a acompanhe a Al Aradhi.

Letícia está preocupada com o nome de Hassam e acha que deviam mudar o nome enquanto é tempo, pois a criança vai sofrer de bullying. Júlio tem um ar tranquilo e diz estar feliz por ir conhecer o neto.

Lídia desconfia daquela postura e pergunta-lhe o que é que andou a tramar. Letícia tem a carta fechada na mão e proíbe Beatriz de ir ao batizado do filho de Teresa, pois tem medo de perder outra filha.

Lídia conta que sempre soube a verdade, mas não podia revelar, porque isso implicava denunciar o marido. Letícia não percebe porque razão Lídia não o fez e ela explica que apesar de tudo, ele gosta dela e salvou-a no passado.

James discute os detalhes da próxima operação, mas Kevin diz-lhe que precisa de ajuda para eliminar um alvo, e fica perturbado ao perceber que ele se está a referir Sally.

Henrique vai ter com Kevin, diz-lhe que analisou a proposta de compra de uma percentagem da Luso Wings, mas que não está interessado em vender, deixando Kevin contrariado. James e Sally estão a fazer sexo, mas ele não consegue deixar de pensar no que Kevin lhe pediu.

Graça está a falar com membros do seu partido para planear a próxima campanha, e percebe que foi expulsa e fica muito indignada.

Lídia e Júlio chegam ao hotel, ele está empolgado para conhecer o neto e diz a Lídia estar disposto a começar do zero por ela.

Diogo sonda Teresa sobre a possibilidade de colaborar novamente com a PJ. Teresa recusa, pois não quer perder Omar e agora tem um filho, que é a coisa mais importante da sua vida. Samira diz que descobriu um segredo sobre Teresa e revela a Omar que a sua mulher foi agente da Polícia Judiciária, em Portugal.

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close