“Refúgio Fatal” é o próximo ‘Repórter TVI’


Mikail Kodja vivia em Portugal há 14 anos. Trocou a Moldávia pelo Pinhal Novo para ganhar a vida. E foi num restaurante do Pinhal Novo que acabou por perder a vida.

Protagonista de um sequestro único na história da segurança interna em Portugal, o imigrante moldavo fez uma família inteira refém. Na tentativa de salvar as vítimas, um militar da GNR entrou no «refúgio» e acabou morto pelo sequestrador. Outras pessoas ficaram feridas com o rebentamento de granadas.

Depois de uma noite inteira de violência, tensão e negociações, o imigrante foi morto pela GNR. Neste trabalho de investigação jornalística fomos à procura das origens deste imigrante e na Moldávia encontrámos a pobreza que levou Mikail Kodja a fugir para Portugal. Damos ainda a conhecer a história de Bruno Chainho, o militar da GNR que deu a vida para salvar 4 reféns.

Uma reportagem que inclui a reconstituição da noite do sequestro produzida e realizada nos estúdios da Plural. Uma parceria que torna este trabalho inédito e com uma linguagem gráfica inovadora.

“Refúgio fatal” é uma grande reportagem da jornalista Lisete Reis, com imagem de Bernardo Magalhães e montagem de João Ferreira, a não perder no «Repórter TVI» desta segunda-feira,, na TVI.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close