‘Reportagem Especial’: SIC mosta a ascensão e queda de jogadores de futebol


SIC

A SIC vai exibir no “Jornal da Noite”, durante a próxima semana uma ‘Reportagem Especial’ desdobrada em quatro episódios. Estreia esta terça-feira.

“Fora de Jogo” vai mostrar a ascensão e queda de ex-jogadores de futebol. Outrora ídolos, caíram em desgraça depois de pendurar as chuteiras.

Ser jogador de futebol é a profissão de sonho para a grande maioria das crianças. Poucos conseguem atingir esse objetivo, menos ainda alcançam o estatuto de profissionais.

Apesar dos salários elevados que acompanham a ascensão no mundo da bola, a maioria dos futebolistas enfrenta problemas financeiros, quando pendura as chuteiras. A SIC foi à procura do espelho dessa realidade

Ex-jogadores da Seleção Nacional, homens que chegaram ao topo da escada do futebol, Jorge Cadete, António Veloso e Fernando Mendes são as personagens principais da ‘Reportagem Especial’, onde também participam os ex-internacionais João Vieira Pinto e Nuno Valente, e o atual jogador do Sporting e da Seleção Nacional, Adrien Silva.

A primeira reportagem, a exibir na próxima terça-feira, dia 14 de Janeiro, conta a história de Jorge Cadete, avançado formado no Sporting e com uma carreira internacional em clubes como o Celtic de Glasgow e o Celta de Vigo. Foi o primeiro português a ser o melhor marcador de um campeonato estrangeiro. Ganhou mais de um milhão de euros durante a carreira. Hoje vive com graves dificuldades financeiras, apoiado na mesma família que o viu partir, ainda criança, para cumprir o sonho de jogar futebol no Sporting. Maus investimentos, divórcios, ausência de formação para enfrentar o pós-futebol, são núcleos que ajudam a explicar a queda de Jorge Cadete. Nos últimos 3 anos viveu com a ajuda do Rendimento Social de Inserção. Pediu ajuda à Segurança Social para pedir a insolvência a título pessoal.

O segundo trabalho é exibido quarta-feira dia 15 de Janeiro, percorre a vida de António Veloso, capitão do Benfica durante 8 temporadas, uma das referências da Seleção Nacional durante os anos 80 e 90.

Depois de uma vida de poupanças, o capitão encarnado perdeu mais de cem mil contos devido a um alegado golpe dado por um sócio numa empresa de publicidade. Desapareceu o mealheiro de poupanças de 20 anos no futebol, começaram os problemas. O insucesso na carreira como treinador, e a falta de dinheiro, entregaram Veloso a uma espera desesperante. Sobrevive da última tábua de salvação, um plano Poupança Reforma, que caminha para o fim. António Veloso vive sozinho, apoiado na ajuda de amigos, que nunca imaginaram que vivesse estas dificuldades. Longe dos filhos Raquel e Miguel Veloso (jogador da Seleção Nacional), mais perto de Luís Miguel, filho de uma relação fora do casamento, com o qual recuperou contacto. António Veloso não tem subsídio de desemprego, nenhum rendimento fixo.

A terceira reportagem vai para o ar quinta-feira 16 de Janeiro, mostra a ascensão e queda de Fernando Mendes, um dos laterais esquerdos mais completos que o futebol português já viu. Formado no Sporting, campeão no Benfica, tricampeão no FC Porto. Chegou a ganhar mais de 17 mil euros por mês, hoje vive com a ajuda do subsídio de desemprego. Chegou a gastar 20 mil euros numas férias no Brasil. Teve um Porsche… ficou sem nada.

A mãe, a namorada e o que resta do Subsídio de Desemprego ajudam-no a levantar a cabeça face aos problemas financeiros.

Sexta-feira, 17 de Janeiro, é exibida a última Reportagem Especial onde é analisado o problema que afeta um número elevado de ex-jogadores de futebol em Portugal. São apresentados exemplos de atletas que conseguiram ter um vida estável depois do final da carreira, apesar de terem sido obrigados a mudanças no estilo de vida.

O apoio do Sindicato dos Jogadores acaba por ser o último recurso para muitos reformados da bola, homens que têm grandes dificuldades em descobrir um novo espaço na sociedade. Um estudo em Inglaterra assinalou que 3 em cada 5 futebolistas do campeonato inglês declaram falência 5 anos depois de terminarem a carreira. Em Portugal, onde os salários são inferiores, serão certamente muitos mais.

“Fora de Jogo” é uma ‘Reportagem Especial’ de Gonçalo Azevedo Ferreira, com imagem de Franco Santos, edição de imagem de Rui Rocha e grafismo é de Paulo Alves. Estreia terça-feira no “Jornal da Noite” da SIC

 

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close