"

[Revista de 2014] RTP2

RTP2 é o segundo canal de televisão da Rádio e Televisão de Portugal, a empresa pública de rádio e televisão.

Um Pouco de História |
As suas emissões iniciaram-se a 25 de Dezembro de 1968. Em 1992, passou a chamar-se TV2. Em Abril de 1996, voltou ao antigo (e actual) nome, e deixou de ser um canal comercial, deixando de ter publicidade e passando a ser serviço alternativo aberto à sociedade civil que possa reforçar, pela diferença, os princípios de universalidade, coesão e proximidade do Serviço Público de Televisão. Desde então, a sua programação é dedicada à cultura, aos documentários, às modalidades desportivas que não o futebol, às artes, à ciência, às minorias e ao público infantil.
A 5 de Janeiro de 2004, o canal assumiu uma nova postura passando a ser designado por 2:, autonomizando-se da RTP1, e tomando conta dos Estúdios do Lumiar, em Lisboa, que tinham sido deixado vagos pelo primeiro canal que se mudara para as actuais instalações.
Contudo, a 19 de Março de 2007, passou novamente a ser designado por RTP2 e voltou a estar sediado nas mesmas instalações do canal 1, na Av. Marechal Gomes da Costa, em Lisboa. A 14 de Maio de 2012, a RTP2 tornou-se o primeiro canal generalista português a emitir em 16:9.

O Ano de 2014 |
JANEIRO

No início do presente ano a RTP2 estava ainda a comemorar o seu quadragésimo quinto aniversário, feito no dia 25 de Dezembro. Com vários programas históricos, a RTP2 preparou uma série de entrevistas de personalidades que por lá passaram. Janeiro era “O Mês do Conhecimento”.

FEVEREIRO

Em cima da mesa esteve a venda, a algum privado, este canal.  Alberto da Ponte assumiu contudo ter recomendado que o canal passase para o Centro de Produção do Norte.  Contudo em Fevereiro a decisão não estava tomada. Miguel Poiares Maduro, ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro,  apenas garantiu que um serviço de programas iria para o centro do Norte.

Foi também neste mês que a RTP2 começou a divulgar a transmissão de “A Odisseia de Homero”. Esta adaptação da epopeia homérica é de origem francesa, tendo a sua produção sido feita a nível europeu e com contributo da RTP, já que as gravações foram feitas na íntegra em solo português.

MARÇO

Foi no mês de aniversário da estação mãe que a administração da RTP garantiu querer acabar com os cortes nos gastos com a grelha. A grande aposta seria na RTP2, “que verá o seu orçamento duplicado”, escrevia o Jornal de Negócios.

ABRIL

Em Abril a notícia surge: “RTP2 vai passar para o Porto sob a direcção de Elíseo Oliveira.” A administração da RTP decidiu centralizar a produção e emissão da RTP2 nas instalações da cidade do Porto.

No mês da Revolução dos Cravos, a RTP2,  emitiu o espectáculo “Zeca Afonso em Tons de Abril”, em directo a partir da Assembleia da República e com co-produção do Canal Parlamento, onde se cantaram músicas de José Afonso e onde José Fanha leu um poema de Jorge de Sena e “Ser Português Aqui”, da sua autoria.

MAIO

“A Cantiga era uma Arma” e “A Verdade do Vinho” são duas apostas para o mês de Maio na RTP2. “A Verdade do Vinho” é um programa dedicado à vitivinicultura portuguesa e que foi apresentado por Luís Baila e Sónia Araújo. Já “A Cantiga era uma Arma” é um documentário de 90 minutos onde o realizador, Joaquim Vieira, registou os dias de “brasa” da canção portuguesa em 1974-75, anos da revolução.

JUNHO

“Tanto para conversar” foi a estreia do mês do Junho. Era um programa onde se trocavam ideias e se debatem questões que podem ser sérias ou não.  A radialista Inês Meneses, o apresentador e jornalista Pedro Rolo Duarte, a cantora Manuela Azevedo, o jornalista Luís Osório e a sexóloga Gabriela Moita foram os apresentadores deste magazine. “O conceito deste programa é dar importância à palavra e a partir daí a conversa é um “encontro” entre o convidado e o seu interlocutor.” escrevia o Jornal Hardmusica.

JULHO

A RTP2 também não deixou passar em branco a data da primeira grande guerra. No dia 28 de Julho, em que se assinalam os 100 anos sobre o início de um dos mais sangrentos conflitos a nível mundial, a RTP2 preparou uma programação especial.

AGOSTO

No mês de maior calor a RTP2 apostou em cinema português para as noites de sábado. Mas, mais uma vez, o segundo canal português, com o documentário “No dia em que … Salazar caiu da cadeira (1968)” assinalava o momento em que se deu início à urgente mudança política de que o país necessitava.

O diretor de programas da RTP2, Elísio Oliveira, admitia que dificilmente se iria cumprir  o seu desejo de ver o canal com 4% de quota de mercado no final deste ano. Contudo com a reformulação gráfica e as novas apostas ajudem a RTP2 a subir a sua audiência.

SETEMBRO

Para Maio anunciava-se “A Verdade do Vinho”, contudo foi só em Setembro que o programa da vinhos com Sónia Araújo e Luís Baila chegou aos ecrãs dos portugueses.

Contudo uma situação inusitada passou na RTP2.  Quem estivesse a seguir a emissão da RTP2, na manhã do dia 19 de Setembro, pelas 11.20 horas, teve a possibilidade de ver a emissão da BTV em sinal aberto, em vez do programa que estava marcado para aquela hora, o Euronews. A situação demorou dez minutos a ser resolvida, passando depois a emissão a um estado normal.

OUTUBRO

Mais uma vez, lembrando uma personalidade importante, a RTP2, no dia 6 de Outubro apresenta “As Cordas de Amália”. No dia em que se assinalaram 15 anos da morte de Amália Rodrigues, a RTP2 emitiu o documentário “As Cordas de Amália” , lembrando os espectáculos que a celebrizaram.

NOVEMBRO

Mais um mês onde a RTP2 tem uma emissão especial, desta vez a honra é para os 25 anos da Queda do Muro de Berlim.

DEZEMBRO

A RTP2 mostrou um país com uma história e uma cultura imensa. São estreias em português de documentários, animações, curtas e longas metragens. De 8 a 14 de Dezembro a produção nacional está em destaque na RTP2.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close