“RTP” acusada de não cumprir serviço público


A “RTP” tem recebido queixas, por parte de vários telespectadores, que a acusam a televisão de serviço público, de não ter cumprido o dever dela ao não transmitir o discurso do governador do Banco de Portugal sobre o caso BES.

O provedor do telespectador da RTP, Jaime Fernandes, afirmou em declarações à Lusa que recebeu diversas queixas por a “RTP” não ter transmitido as declarações do Banco de Portugal, Carlos Costa, sobre o caso BES em sinal aberto.

O governador do Banco de Portugal anunciou, nessa declaração ao país, o plano de resolução do Banco Espírito Santo (BES), que cria o Novo Banco. Jaime Fernandes disse à Lusa que já recebeu queixas sobre a situação e que este vai ser “tema do primeiro programa” do provedor em Setembro, já que em Agosto não há programa. Questionado sobre o teor das queixas enviadas para o provedor do telespectador, Jaime Fernandes adiantou que estas consideram que a RTP “deveria ter dado uma notícia de relevância para o interesse público” em canal aberto ou que é “inacreditável que a estação de serviço público não tenha interrompido a emissão” para dar um assunto “de interesse nacional“. Na hora da declaração a “RTP1” transmitia uma gala em directo do “The Voice Portugal”.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close