"

Saiba como vai ser o primeiro episódio de “Terra Brava”

“Terra Brava” estreia na próxima segunda-feira, dia 28 de outubro, em horário nobre. A SIC já deu a conhecer o primeiro episódio desta trama que marca o regresso de Inês Gomes como autora principal de uma nova novela e Mariana Monteiro e João Catarré como protagonistas.

Terra Brava

“Terra Brava”

Leia tudo o que se vai passar no primeiro episódio de “Terra Brava”:

Enquanto Rodrigo monta a cavalo, sob o olhar atento da mãe, Vicente e Eduarda discutem, numa zona mais reservada, junto ao celeiro.

Vicente oferece dinheiro à secretária, para que esta faça um aborto. Sem ser vista, Arminda ouve a conversa. Vicente diz que não vai deixar Teresa nem os filhos. Eduarda, furiosa, diz-lhe que se meteu com a mulher errada.

Orgulhoso ao ver o filho no cavalo, Vicente quer falar com Teresa. Conta-lhe que o pai se endividou antes de morrer e que eles não têm dinheiro para pagar as dívidas herdadas.

No dia seguinte, enquanto brinca com Beatriz, Rodrigo é levado por Jorge, que tem a cara tapada por uma máscara. Beatriz ainda tenta ajudar o amigo, mas é empurrada para o chão e fica a chorar.

Arminda entra na cozinha e conta a Teresa que não sabe de Rodrigo. Nisto, toca o telefone, é o raptor. Exige 100 mil contos em 24 horas e proíbe-os de chamarem a polícia.

Rodrigo, em pânico, grita por ajuda. Jorge entra com uma sopa e manda-o calar, mas o rapaz atira a comida ao chão e consegue tirar a máscara de Jorge, destapando-lhe a cara. Jorge, furioso, dá-lhe um estalo.

Jorge não quer arriscar, agora que Rodrigo lhe viu a cara, Anselmo tranquiliza-o e diz-lhe que, assim que tiverem o dinheiro, fogem com as novas identidades Eduarda concorda com Anselmo, mas Jorge diz que já tem um plano para a criança.

Vicente e Teresa vendem tudo o que têm, mas não chega e, por isso, acrescentam ao saco mais algumas joias. Jorge liga a Vicente para saber se já têm o dinheiro. O pai exige falar com o filho, para ter a certeza que este está bem. Combinam o ponto de encontro e Jorge diz-lhe para não avisar a polícia, se quiser o filho vivo.

Vicente e Norberto saem para ir buscar Rodrigo. Quando estão a chegar ao local combinado, Vicente dá indicações a Norberto e diz-lhe para, se algo correr mal, usar a caçadeira.

Tenso, Vicente aguarda do local combinado. Jorge chega, numa carrinha, de cara tapada.

Norberto, que está deitado no chão, de caçadeira a vigiar o patrão, é surpreendido por Anselmo, que lhe aponta uma arma.

Quando se preparam para fazer a troca do dinheiro, Anselmo surge por trás e bate na cabeça de Vicente, que fica estendido no chão. Os raptores correm para a carrinha, com o dinheiro e a criança, quando Vicente dispara, mas falha. Jorge dispara de volta, atingindo Vicente que morre no local. Rodrigo chora, desesperado, agarrado ao pai, mas é levado pelos dois homens.

Eduarda, furiosa porque mataram o amante, discute com Jorge. Este ainda a tenta convencer a fugir com eles, mas a mulher pega na sua parte do dinheiro e sai. Rodrigo, apático e de venda nos olhos, é levado novamente para a carrinha.

De regresso à Herdade, com a polícia, Norberto pede desculpa a Teresa. Carlos Moreira, o inspetor da judiciária, conta a Teresa que Vicente foi morto pelos raptores, que levaram o dinheiro e Rodrigo. Garante-lhe que a polícia vai continuar a investigar.

Depois de vários dias de viagem e muitos países, os raptores e Rodrigo chegam a Berlim. Anselmo e Jorge discutem o destino da criança, o primeiro não o quer deixar na rede de tráfico, mas o segundo está decidido.

Quando Jorge sai, para procurar o contacto, Rodrigo pede a Anselmo para o deixar ir fazer xixi. O homem acaba por ceder e Rodrigo aproveita a oportunidade para fugir. Anselmo ainda o tenta apanhar, mas desiste, deixando-o ir embora.

Enquanto corre, Rodrigo choca com um jornalista que está em reportagem e o câmara acaba por o apanhar na imagem. O rapaz continua a correr e só para quando chega a um prédio devoluto.

Aqui, um grupo de miúdos vê Rodrigo e aproximam-se dele e falam-lhe em alemão. Rodrigo recua.

Surge a polícia. Rodrigo ainda pensa em pedir-lhe ajuda, mas os agentes mostram-se muito agressivos com os miúdos. Um dos rapazes puxa Rodrigo e ajuda-o a esconder-se.

Em Portugal, Teresa está apática à frente da televisão, onde estão a passar notícias sobre a queda do Muro de Berlim. No meio da reportagem passa Diogo, mas Teresa não vê o filho.

Depois do funeral de Vicente, Teresa, visivelmente combalida, diz a Eduarda que vai vender a Herdade para pagar as dívidas e financiar a investigação do Rodrigo.

Teresa está deitada, febril e muito fraca, sem condições de ir à escritura para vender a herdade. Para evitar perder o negócio, concorda em passar uma procuração a Eduarda, para ir no lugar dela.

Ciente de que lhe resta pouco tempo de vida, porque o cancro já está espalhado e não é possível operar, Teresa pede ao Inspetor Carlos para que nunca desista de Rodrigo.

Em Berlim, muito sujo e com ar de mendigo, Rodrigo, faz pequenos furtos com outros miúdos.

Eduarda que, entretanto, já deu à luz o bebé Afonso, é pedida em casamento por Francisco.

Rodrigo já vive nas ruas de Berlim há bastante tempo. Ao tentar roubar a mala de uma mulher, é apanhado pela polícia.

Já em Lisboa, na Instituição, Carlos conta a Rodrigo que a mãe morreu e que o irmão foi adotado e mora fora de Portugal. Rodrigo fá-lo prometer que vai apanhar os responsáveis pela morte do pai e conta-lhe que também havia uma mulher.

Carlos pede à Assistente Social para que Rodrigo fique com ele, até arranjar uma família de acolhimento.

Ao chegar a casa, Carlos sugere-lhe que mude de nome, para evitar que as pessoas lhe façam perguntas e descubram quem realmente é.

Valente aproxima-se e convida-o para brincar. Carlos insiste para ele ir. Rodrigo diz-lhe que se chama Diogo.

O tempo passa e, já adultos, Diogo e Valente ingressam na Academia Militar.

Ao mesmo tempo, Beatriz casa com Tiago e, mais tarde, nasce o filho de ambos, Martim. Tiago mostra-se possessivo e violento em relação a Beatriz.

Na República Centro Africana, no quartel dos Comandos, Diogo recebe uma mensagem e fica a saber que Jorge Ferraz, um dos seus raptores, foi capturado pela polícia.

Beatriz está no campo a trabalhar, quando é surpreendida por Tiago, que não gosta de a ver a trabalhar no trator. Beatriz está farta no excesso de proteção e controlo do marido. Ele diz que vai acompanhá-la a Bruxelas.

Na última missão de Valente antes de regressar a Lisboa, os dois amigos são atacados. Valente é apanhado numa explosão e não resiste aos ferimentos. Diogo, que também ficou ferido, fica destroçado.

Beatriz desconfia que Tiago a está a espiar, cria uma armadilha ao marido. Tiago ao saber que a mulher não janta em casa, vê a localização da mulher através do GPS e entra de rompante num quarto de hotel, à procura de um amante. Beatriz fica furiosa e pede o divórcio. Tiago, fora de si, dá-lhe uma bofetada, mas arrepende-se de seguida. Beatriz, atónita, vai-se embora.

Já em Lisboa, no hospital, Diogo sofre com a morte do amigo, enquanto Carlos o tenta animar. Ainda a recuperar dos ferimentos, Diogo começa a vestir-se para ir à PJ falar com Jorge Ferraz. Carlos tenta demovê-lo, mas sem sucesso.

Na sala de interrogatório, Diogo confronta Jorge, que não mostra intenções de falar. Diogo e Carlos dirigem-se para a saída. O primeiro segura a porta, deixa o outro sair e tranca-se, ficando sozinho com Jorge.

Diogo agarra o criminoso pelo pescoço e ameaça-o. Com medo, Jorge mente e diz que foi Anselmo, que já morreu, que matou o pai dele, a mando da Eduarda Gonçalves.

Em casa, Diogo pesquisa na internet sobre Eduarda e conclui que está na altura de voltar a Vila Brava. Carlos protesta e não quer que o filho desperdice a vida toda por causa de uma vingança, mas ele está irredutível, quer que Eduarda fique sem nada e que toda a gente saiba quem ela realmente é.

Na Taberna a almoçar, Eduarda, Francisco, Beatriz e Martim são interrompidos por Tiago, que chega bêbado, com um ramo de flores para a mulher, tentando desculpar-se. Beatriz recusa e Tiago mostra-lhe 3 bilhetes para irem à Euro Disney em família. Martim fica em êxtase, mas Beatriz, furiosa, diz que a viagem não vai acontecer.

Tiago tenta levar Martim, contra a vontade da mulher. Beatriz manda o filho entrar no carro dela e saem os dois de carro.

Diogo está de mota, a voltar para a Vila Brava, e pára no km 23, onde tudo aconteceu. Decidido, volta para a mota e continua viagem.

No carro, Martim está furioso com Beatriz, que tenta acalmar o filho. Tiago liga e Martim tira o cinto de segurança, para atender a chamada do pai. Beatriz diz-lhe para não voltar a ligar e desliga. Beatriz está a falar com o filho, quando o carro se despista e cai num declive. Diogo assiste a tudo, pára a mota e corre para ajudar.

Diogo tira Beatriz do carro, inconsciente. Quando acorda, pede para Diogo salvar o filho, que também está dentro do carro. O carro afunda-se e Diogo mergulha para salvar Martim. Sai da água, com o rapaz nos braços. Diogo faz-lhe massagem cardíaca e consegue reanimá-lo.

No hospital, Martim é levado para os cuidados intensivos e Beatriz fica desamparada, a chorar, abraçando-se a Diogo. Surgem Eduarda, Francisco e Tiago, que vê, com desagrado, o abraço e pergunta por Martim.

Diogo vê Eduarda e fica estarrecido.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close