"

Semana 42: “Vidas em Jogo”

Esta semana em “Vidas em Jogo”:

Episódio 193 (22 de outubro de 2012)

Patrícia pergunta por Regina durante a cesariana. Marcolino tenta dissuadir Carlos de avisar Regina sobre o parto, mas não tem sucesso. A empresária pergunta por Francisco e desespera com a possibilidade do seu neto nascer órfão. Regina e Tatiana correm para o hospital. Rita conta a Edmundo e a Nelize que a polícia encontrou o carro de Cléber no cais e que o sequestrador deve ter fugido… Nelize sugere que Francisco possa estar morto e Edmundo consola Rita. Cleber conduz Francisco numa lancha. O ex-polícia garante ao milionário que ele e os seus amigos terão o que merecem. Francisco pergunta a Cleber porque ele ainda não o matou e o sequestrador afirma que se trata de um jogo. Edmilson diz a Severino que precisa de clientes para oferecer contabilidade, já que não cuidará mais do Cariocas. Severino pergunta se a separação é para valer e Edmilson garante que sim. Renato e Grace suspeitam de que algo grave aconteceu para provocar o divórcio de Fátima e Edmilson. Fátima ameaça Zé, mas Grace argumenta que ela deve ter feito algo para o provocar. Marizete fica extasiada ao encontrar sua mala que tinha sido roubada, mas Marta e Fabinho não acusam Dila.

 

Episódio 194 (23 de outubro de 2012)

A médica diz a Regina que Patrícia sofreu uma eclampsia e está em coma. Marizete pergunta por Miguel e a médica informa que o bebé está bem, mas terá que ficar na UTI. Regina pede para ver a filha. Francisco diz a Cleber que a polícia os irá encontrar e oferece todo o seu dinheiro em troca de poder ver o seu filho. O piloto e o capanga de Cleber negam à polícia que tenham visto qualquer movimento suspeito na ilha. Francisco consegue escapar de Cleber e embrenha-se na mata. O ex-polícia persegue-o e atira sobre ele, de raspão. Francisco diz que não pode deixar o seu filho órfão e entrega-se. Regina conversa com Patrícia, inconsciente, e afirma que não pode viver sem ela. Edmundo sente-se culpado por ter permitido que Patrícia fosse atrás de Francisco e garante que o irmão conseguirá salvar-se. Valdisnei conta a Severino que Elton confessou ter matado Andrea instigado por Regina. Margarida chateia-se com a insensibilidade de Elton perante a situação de Francisco…

 

Episódio 195 (24 de outubro de 2012)

Elton procura a fonte do barulho em casa de Margarida. Ernesto e Elton lutam pela posse da arma e tiros são disparados. Elton pede por Socorro, mas Ernesto consegue fugir. Severino e Divina ouvem os tiros e ela fica preocupada com o que pode ter acontecido a Ernesto. Elton informa Margarida de que Ernesto invadiu a sua casa e ela chama a polícia. Elton fica com a impressão de que acertou um tiro em Ernesto. Ernesto vai a casa de Severino e diz que foi ferido de raspão. Severino fala que ele precisa sair do condomínio. Elton instiga Margarida a pensar que Ernesto tinha a intenção de a matar a mando de Divina. Daniel acusa Ernesto de estar planeando algo com Elton. Severino diz que Ernesto estava a tentar proteger todos. Elton mente para a polícia dizendo que Ernesto estava armado. Jaqueline e Daniel pressionam Severino para entregar Ernesto à polícia, mas ele nega. Margarida avisa Carlos sobre o ocorrido. Carlos afirma que ainda acredita ser Elton o assassino. Cleber diz a Francisco que tem raiva da turma do bolão por ter ganho o prémio e garante que aproveitaria melhor o dinheiro. Cleber afirma que o dinheiro da loteria é amaldiçoado.

Episódio 196 (25 de outubro de 2012)

Ernesto teme ser apanhado ou morrer. Severino diz que falta pouco tempo para executarem o plano. Carlos atira no transformador e deixa todo o condomínio às escuras. Ernesto aproveita e tenta fugir. Jaqueline diz a Divina que se algo acontecer a Severino, jamais a perdoará. Daniel afirma que Ernesto invadiu a casa de Margarida para a matar. Elton diz a Margarida que o apagão é uma estratégia para Ernesto escapar. José diz a Raimundo que Augusta deve ter cuidado para não ser a próxima vítima de Regina. Elton vai atrás de Ernesto e depara-se com Severino. O dono do restaurante acusa-o de ter matado Andrea e diz que ele irá pagar. Elton ameaça atirar em Severino, mas Carlos chega. Severino pede que Carlos mate Elton, que finge não ter tentado atirar nele. Patrícia desperta do coma. Francisco pede a Cleber que ligue para Regina para ter noticias de Miguel, mas o sequestrador nega. Patrícia pergunta por Miguel e a médica assegura que o seu filho está bem. Patrícia diz a Regina que acordou porque Francisco pediu. Divina conta a Margarida que Elton matou Andrea, mas ela questiona por que Severino está do lado de Ernesto.

Episódio 197 (26 de outubro de 2012)

Juliana pede para que Lucas renda Cleber e o entregue à polícia, mas ele insiste em atirar. Lucas imagina que Andrea está em perigo e denuncia o seu esconderijo. Cleber consegue escapar dos tiros e ataca de volta, mas Juliana protege-o. Francisco tenta dar tempo para Lucas recuperar a pistola que caiu, mas Cleber atinge-o. Desnorteado, Lucas procura por Andrea. Juliana tenta atingir Cleber sem sucesso. Lucas pega na arma de Juliana e persegue o ex-polícia. Juliana decide chamar a polícia. Lucas fica sem munições e luta com Cleber. Ele é atraído pela imagem de Andrea e diz que ela não está morta. Cleber aproveita a distração e foge. Rita conta a Jorge e a Marialice que a polícia está com dificuldades em encontrar Francisco. Margarida afirma acreditar que Ernesto tentou ajudá-los a desmascarar Elton. Rita culpa Regina pelo sequestro de Francisco. Juliana diz a Francisco que Lucas está perturbado com a morte de Andrea. Marizete presenteia Miguel e Regina não gosta. Patrícia diz a Marizete que Francisco foi visitá-la e a ex-empregada questiona a sua sanidade. Marta conta a Fabinho que Elton matou Andrea.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close