Semana 43: O julgamento de Eduardo

Anterior1 de 4Seguinte

Esta semana em “Podia Acabar o Mundo”:

                            (22 a 28 de outubro de 2012)

135º Episódio

Sara chega finalmente ao jantar em que deverá ser apresentada como noiva de Geraldo, tal com tinha sido combinado na estratégia para a campanha eleitoral. No entanto, aparece com o vestido todo amassado, a pintura borrada e o cabelo desgrenhado. A surpresa para Geraldo não podia ser mais desagradável. Até Mercedes fica boquiaberta.

Hélder, por seu lado já em sua casa, tem um apetite voraz e desperta a atenção de Albertina, Raimundo e Júlio, que desconfiam que há moura na costa. Hélder diz que tem uma família linguaruda.

Sara, finge ter-se perdido e ter fugido de um touro para receber a compaixão de Geraldo e justificar o atraso. Joana acompanha-a a um dos quartos para que se recomponha.

Vera confronta Eduardo e percebe que é ele o responsável pelo silêncio de Daniel. Vera deixa o gabinete de Eduardo prometendo enterrá-lo na lama no julgamento de Luísa e na prisão, assim que puder.

Sara, tenta desempenhar bem o seu papel na mesa de jantar dos Álvares como noiva de Geraldo, mas Mercedes não engole a farsa e faz recair sobre si as atenções da família.

Luísa conta a Cláudia e Sónia como se tornou tão amiga de Sara e confessa igualmente que está preocupada com o início do seu julgamento por ter atentado contra Eduardo.

Mercedes retira-se para o escritório mas antes diz claramente a Geraldo que não acredita na farsa que este montou para parecer um homem de família. Sara diz que acha Mercedes uma personagem tenebrosa. Entretanto, Gabriel deixa Geraldo à beira do colapso quando anuncia que a Quinta do Paço está cheia de jornalistas que vieram para o anúncio do noivado.

Ao mesmo tempo, Rui e Catarina preparam o anúncio do seu casamento a uma televisão sob o olhar entusiasmado e divertido de Vítor e Jeremias.

Gabriel finta os jornalistas para facilitar a vida a Geraldo mas Mercedes avisa que Rui e Catarina estão em directo na televisão. Todos assistem ao pedido de casamento que Rui faz e Catarina aceita. Geraldo está arrasado e Mercedes dá, contente, a entender-lhe que acaba de sofrer um grande revés na sua campanha eleitoral, perdendo terreno para Rui. Joana não esconde a emoção pela felicidade de Catarina. Sara faz tudo para que Geraldo acredite que também eles vão fazer um anúncio de noivado que fará esquecer o de Rui e Catarina.

Em casa dos Pereirinhas as opiniões dividem-se. Tonino está preocupado com o futuro da candidatura de Geraldo enquanto Maria de Jesus inferniza a vida ao marido, torcendo pelo “Obama das Lezírias”.

Rodrigo não esconde a sua preferência por Rui, enquanto Vitória chega a ter pena de Geraldo.

Catarina recebe o apoio de Vera e ambas comentam o insucesso de Geraldo. Este prepara-se para jogar baixo e espalhar aos quatro ventos, com o apoio de Sara, que a irmã Catarina é virgem. Joana fica perplexa com o despique entre os dois filhos.

Eduardo visita Luísa e tenta chantageá-la para que, em troca do seu testemunho favorável em tribunal, a ex-mulher lhe ceda a quota de quarenta por cento que detém na sociedade de advogados. Luísa está à beira de ceder quando chegam Vera, Rogério e António.

Joana dá os parabéns à filha Catarina pelo noivado com Rui enquanto Geraldo se vitimiza dizendo que a mãe prefere a felicidade da irmã à sua.

Vera, Rogério e António chegam a tempo de evitar que Luísa assine o acordo proposto por Eduardo. Este sai do apartamento da ex-mulher deixando atrás de si um ambiente de grande tensão ao profetizar que Luísa vai parar à cadeia, ainda por cima, grávida. A equipa de advogados convence Luísa que Eduardo não vai arrastá-la para a cadeia e que estão ali para a defender até às ultimas consequências.

Joana diz a Mateus que receia que Geraldo se volte contra Catarina. O filho não esconde que partilha da mesma preocupação relativamente ao relacionamento futuro dos irmãos.

Tonino, ocupado com a campanha politica de Geraldo deixou acabar os pastéis de nata no café Pão Quente, para desespero de Maria de Jesus e incredulidade de Vítor.

Geraldo já descobriu a forma de descredibilizar a campanha de Rui. Sem escrúpulos diz a Tonino e Hélder que vai tornar publico que a irmã Catarina é viciada no jogo.

Eduardo diz a Emídio e Marta que quer ver Luísa demolida em tribunal.

No café Pão Quente, Geraldo tenta atenuar os efeitos que o anúncio do casamento de Rui com a sua irmã fizeram na campanha eleitoral, enquanto Justina e Vítor têm um pequeno desaguisado, apoiando cada um o seu candidato. Tonino recebe apupos por dizer que não faz mais pastéis de nata, por estar ocupado com a campanha de Geraldo.

Hélder, por seu lado, como candidato a vereador dos transportes, conta os buracos nos pavimentos da vila quando recebe uma chamada de Sara, marcando um encontro romântico entre os dois.

Anterior1 de 4Seguinte
Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close