Semana 45: Vera e Rodrigo fazem amor

Anterior1 de 5Seguinte

Esta semana em “Podia Acabar o Mundo”:

                            (05 a 11 de novembro de 2012)

144º Episódio

Sara chega atrasada à sessão fotográfica da campanha, mas não perde tempo e beija Geraldo na boca, colocando-se em poses de primeira-dama. Hélder, ciumento, quer intervir mas é travado por Tonino.

Joana rasga os recortes de jornal que Mercedes juntou para prejudicar Geraldo na eleição para a presidência da câmara. Joana discute com Mercedes e esta repete as ameaças de guerra aos Álvares.

Sara, contém a raiva de Hélder propondo que também os restantes elementos da campanha eleitoral de Geraldo sejam fotografados. Tonino está preocupado com o que pode suceder se Geraldo percebe que há um caso entre Sara e Hélder.

Rodrigo está determinado a falar com Eduardo e atravessa-lhe o tractor à frente do carro, obrigando Silveira a travar a fundo.

Sara, põe o braço à volta da cintura de Hélder, justificando que quer dar a ideia de que a candidatura é como uma família feliz. Geraldo desconfia, Tonino está em pânico.

Rodrigo pega Eduardo pelos colarinhos e acusa-o de ter assassinado Nazaré, recordando-lhe os maus-tratos que lhe deu no passado. Eduardo, com um sorriso irónico, refuta as acusações e sugere que se aliem para derrotar Mercedes. Rodrigo, enraivecido, responde que seria a última coisa que faria na vida.

A autópsia ao corpo de Nazaré revela a ingestão de álcool e drogas. Agora só a perícia ao carro onde morreu poderá esclarecer se houve crime. Entretanto Catarina alerta Vera que Eduardo pode virar a sua vingança para Rodrigo e João.

Tonino tenta afastar Hélder de Sara mas sem sucesso. Os apaixonados encontram maneira de Geraldo ordenar a Tonino que vá fazer pasteis de nata, alegando que a falta dos pastéis pode vir a ser imputada à candidatura, prejudicando-a.

Eduardo conversa com Joana e olhando emocionado o retrato de Afonso Álvares diz que se sente muito próximo do pai. Joana estranha essa emoção. Mercedes surge com ar grave preparada para a conversa com Eduardo. Já no escritório e sem Joana, Eduardo mostra a Mercedes as provas de que ela planeou a morte de Gonçalo, exigindo-lhe que em troca do seu silêncio, Mercedes lhe dê as acções da Quinta do Paço. Mercedes recusa mas Eduardo irritado, garante que vai acabar com ela, deixando-a cada vez mais desesperada.

Máquina apanha Sara e Hélder aos beijos no campo e começa a tirar fotografias. Sara assusta-se e persegue-o, mas Hélder sossega-a dizendo que o tonto da vila, tira fotografias sem rolo. Máquina ofende-se e diz que vai votar em Rui.

Geraldo está a gabar o desempenho de Sara na sessão fotográfica da campanha quando Eduardo sai do escritório e diz que está prestes a afastar Mercedes da quinta. O tom com que fala assusta Joana e Geraldo.

Vera adia o almoço que tinha com Daniel e conta-lhe que espera Rodrigo para tratar de um assunto sério. Promete compensá-lo com um jantar a dois. Daniel não esconde a contrariedade mas compreende a situação.

Mercedes sai do escritório em fúria e vinga-se em Geraldo, garantindo que vai contar à imprensa todos os podres do candidato. Joana e Geraldo ficam assustados com tantas ameaças.

Pouco depois a espanhola vê parado o tractor que Rodrigo conduz e diz a Gabriel que está a ficar sem paciência para tolerar faltas ao trabalho, ameaçando despedi-lo. Vitória irrita uma vez mais Mercedes, saltando para cima do tractor, substituindo Rodrigo no seu trabalho. Gabriel está incomodado com a discussão mas faz com que Mercedes mude de atitude ao contar que Rodrigo esteve a falar com Eduardo, deixando-a curiosa e dizendo que quer falar com Rodrigo quando ele chegar.

Pressionado pelas ameaças de Mercedes, Geraldo quer desistir da candidatura à câmara mas Joana não permite.

Rodrigo diz a Vera que está disposto a testemunhar contra Eduardo caso seja acusado do assassínio de Nazaré. Ambos estão determinados a que se faça justiça, mas temem que Eduardo faça mal a João.

António chama o inspector Cerdeira para que este ouça o que Rodrigo tem a dizer sobre o suposto acidente de Nazaré.

Eduardo diz triunfante a Emídio que está para breve a machadada final em Mercedes e manda chamar Silveira. Entrega um envelope ao segurança dizendo que o vai ajudar a trazer consigo Daniel, com quem Eduardo quer falar.

Inês está desgostosa pois tem de ser internada para novo tratamento contra o cancro. Raimundo, Joana e Alexandra dão-lhe força para continuar a enfrentar a batalha.

O inspector Cerdeira ouve Rodrigo e concorda em ajudar na recolha de provas que permitam acusar Eduardo Morais, da morte de Nazaré e dos outros que já praticou, sem castigo.

Hélder entra todo amarrotado no café Pão Quente e fica aflito quando Máquina o denuncia por ter estado com uma namorada. Todos ficam curiosos e Tonino, muito enervado, obriga Hélder a ir consigo para terem uma conversa séria. Justina e Maria de Jesus, ficam muito desconfiadas. 

Anterior1 de 5Seguinte
Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close