Semana 48: Vera propõe a Emídio uma aliança contra Eduardo

Anterior1 de 5Seguinte

Esta semana em “Podia Acabar o Mundo”:

                            (26 a 02 de dezembro de 2012)

160º Episódio

Inês pede Raimundo em casamento e este aceita pleno de felicidade.

Vitória está dividida entre acreditar na inocência ou culpa de Rodrigo. Geraldo aconselha a que a polícia seja informada do desaparecimento das jóias e do computador de Vitória, mas com a ajuda de Eduardo. Mateus fica chocado e nem quer acreditar que Vitória confie cegamente em Eduardo. Esta diz que se sente protegida por ele e Joana apoia a sobrinha.

Eduardo, venenoso como nunca, liga a Mercedes para lhe contar o crime que ocorreu na quinta, o roubo das jóias e do computador de Vitória, acrescentando que a polícia vai considerá-la a principal suspeita. Mercedes ferve de raiva, sentindo-se cada vez mais acossada.

Rodrigo fica detido e vai responder perante um juiz. Vera está desfeita e Catarina oferece-se para a substituir na defesa do primo. Vera reafirma a António a inocência de Rodrigo.

Sara foi impedida de visitar Luísa sem qualquer explicação e Cláudia teme que Eduardo reclame a casa que partilhou com a mulher, deixando Luísa sem nada. Sara, sente de súbito remorsos e diz a Cláudia que tem que falar com Eduardo urgentemente.

Vera, António e Catarina chegam à conclusão que Eduardo era o único interessado na morte de Daniel.

Eduardo seguido por Silveira sai para Lisboa dizendo que tem fortes suspeitas da culpa de Mercedes na morte de Daniel e que vai tratar de libertar Rodrigo. Uma atitude que deixa Joana impressionada dizendo que cada vez encontra mais parecenças entre Eduardo e Afonso.

Raimundo conta a Albertina que vai casar com Inês. A mãe não acha muito boa ideia que a cerimonia se faça no hospital mas não deixa de apoiar Raimundo. Hélder, absorvido pelo telemóvel, está distante de tudo e leva uma bronca de Albertina.

Mateus deixa Vitória feliz contando que Inês lhe pediu que a case com Raimundo.

Vera ainda não encontrou coragem para contar a João a morte de Daniel e quando se prepara para o fazer Eduardo bate-lhe à porta.

Vera grita e acusa-o de ter planeado tudo para eliminar dois rivais de uma só vez. Eduardo consegue baralhá-la dizendo que foi Mercedes a responsável pelos crimes e que conferindo a hora da morte de Daniel se concluirá que nessa altura Rodrigo estava no campo com ele e Geraldo. Vera bem gostava mas não consegue contrariar a teoria de Eduardo.

Sara vai à Quinta do Paço para falar com Eduardo e deixa Geraldo em pânico com medo que ela estrague a sua campanha eleitoral.

Vera tem a cabeça a mil e sente-se um pouco responsável pela morte de Daniel. No entanto à medida que conversa com Catarina, fica com a convicção que foi Eduardo que atraiu Daniel a casa de Rodrigo e agora quer culpar Mercedes.

Vera decide entrar no jogo de Eduardo e aceitar a sua ajuda para ilibar Rodrigo.

Geraldo aproveita a boa disposição de Eduardo enquanto este espera por Vera para lhe dizer que o problema com Sara ainda não está resolvido. Eduardo confessa-se farto de Sara mas diz a Geraldo para tranquilizar a falsa noiva, pois não tenciona fazer mais nada contra Luísa.

João está cada vez mais desconfiado com o estado de espírito de Vera e por Rodrigo ainda não ter falado com ele.

Cláudia pede ajuda a Mateus para adoptar Jaime mas o padre recusa pois não quer atraiçoar a sua fé. Cláudia fica zangada.

Vera e Vitória voltam a tratar-se de forma desagradável, ambas motivadas pelo ciúme e pela disputa de Rodrigo. Eduardo espera no escritório por Vera e Catarina.

Maria de Jesus e Tonino comentam os acontecimentos da Quinta do Paço e fazem piadas que incomodam Jeremias e Rui. Este fica preocupado ao receber uma mensagem de Catarina a dizer que a vida de Rodrigo está nas mãos de Eduardo.

Vitória lamenta-se a Joana por não ter confiado em Rodrigo e tem cada vez mais medo de o perder.

Sónia fica intrigada por Máquina ter dito que os mais culpados são os inocentes e tenta perceber o significado da frase. Máquina apenas diz que a culpa foi sua deixando escapar uma lágrima.

Geraldo convence Sara a deixar Eduardo em paz depois deste ter prometido não molestar Luísa.

Sónia fica constrangida quando Cláudia lhe diz que gostaria de a ver tão empenhada na adopção de Jaime quanto está empenhada em ajudar Máquina.

Anterior1 de 5Seguinte
Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close