“Sinais de Vida” é a nova «série de referência» da RTP1

“Sinais de Vida” é a nova aposta da RTP1 na ficção nacional

Foi apresentada esta semana “Sinais de Vida” (anteriormente conhecida por “Linha da Vida) a nova aposta da RTP1 que conta com a colaboração da SP Televisão.

Vista como uma das grandes apostas do canal para 2013, Hugo Andrade explicou ao Diário de Notícias que quer tornar “Sinais da Vida” numa «série de referência» para estação e por isso «será emitida num horário de referência, mas os dias e as horas ainda não sabemos.»

Depois de “Os Compadres”, “Pai à Força”, “Maternidades”, “Depois do Adeus”, “Hotel 5 Estrelas” e “Uma Família Açoreana”, “Sinais de Vida” é «a continuação da nossa aposta na ficção, seguindo o perfil do que é a oferta de ficção do serviço público. Cada vez mais estamos determinados em fazer da ficção a aposta principal do nosso entretenimento. Num ano em que aparentemente vai haver menos produção, o que nós sabemos é que vamos produzir mais do que produzimos este ano».

Com um elenco de luxo que conta com mais de 30 atores (Dalila Carmo, São José Correia, Joaquim Horta, Anabela Moreira, Jorge Corrula, Dânia Neto, Maria Carolina Pacheco), “Sinais de Vida” vai contar numa primeira fase com 80 episódios. Este facto é explicado por  Hugo Andrade: «Temos tido algumas experiências em que começamos com 12 e depois pedimos mais seis, e mais vinte… Chegamos muitas vezes aos 60 e tal episódios. Neste caso, o irmos decidindo aos poucos, em termos de produção, não é a melhor situação».

“Sinais de Vida”, avança ainda o jornal, tem estreia marcada para janeiro de 2013.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close