“Sol de Inverno”: Resumo de 7 a 13 de julho

Anterior1 de 6Seguinte

Resumo dos episódios de “Sol de Inverno” de 7 a 13 de julho

257º Episódio

 

Destaque: Margarida surpreende o psicólogo ao revelar-lhe entre lágrimas que o pai a abusou desde os dez anos e que por isso tinha com ele uma relação de homem para mulher. Laura fica em estado de choque quando o médico lhe conta a confissão de Margarida

Sofia vira costas a Laura mas ela detém-na tentando convencê-la de que alguém pagou à directora do laboratório para a incriminar da falsificação dos exames de Matilde. Sofia riposta que ela está a insultar a sua inteligência e, de lágrimas nos olhos, afiança que esta foi a última vez que ela a enganou. Laura apela ao bom senso de Sofia e contrapõe que não podem agora desistir do lançamento conjunto da nova colecção de sapatos, pois isso constituirá um escândalo. Sofia dispara que ao contrário dela, não vive de aparências e se está nas tintas para as revistas. Sofia bate a porta da biblioteca e Laura fica furiosa por ela ter descoberto o seu plano.

Quando Salvador chega a casa, Matilde tem dificuldade em esconder as razões da sua preocupação, por saber que a mãe dele mandou falsificar os seus exames médicos levando-a a pensar que tinha cancro. Salvador percebe que algo se passa mas Matilde responde que está apenas mais nervosa por estar em casa, fazendo com que ele acredite no que ela diz.

Laura mente a Teresa sobre as razões que levaram Sofia a cancelar o lançamento conjunto da colecção de sapatos, afirmando que não compreende porque é que ela está de bem com elas nuns momentos e noutros não. Teresa estranha a atitude de Sofia mas fica sobretudo preocupada com as consequências que podem advir para a Mood e a Boheme.

Manel brinca com Gonçalo e diz que qualquer dia ainda ganha uma estrela Michelin, aludindo ao prémio que recebeu no concurso de gastronomia. O primo assume que tem ambições elevadas e que até está a colocar a hipótese de ir para Londres no final do ano lectivo. Porém, reconhece que não será fácil tomar essa decisão, a menos que Concha aceitasse ir com ele. Manel aconselha-o a falar com a namorada antes que ela perceba o seu desejo e pense que se quer ver livre dela. Gonçalo fica a pensar no que ouve.

Fábio descai-se a conversar com Concha e menciona o facto de Isabel estar grávida de um filho de Artur. Concha que está a ler um livro ao pé deles fica abalada com a novidade, enquanto Célia critica Fábio por não saber estar calado, tentando ao mesmo tempo minimizar o estrago que ele fez. Concha reconhece que mais tarde ou mais cedo iria saber que o ex-namorado vai ser pai e Fábio volta a provocar a ira de Célia quando dispara que Artur é que teve juízo ao agarrar-se a uma mulher cheia de dinheiro como Isabel, classificando-o como um génio por ter conseguido engravidá-la.

Jacinto dá os parabéns a Artur quando este lhe anuncia que vai ser pai. No entanto, o filho acaba por confessar que está em pânico com a situação, sentindo que tudo está a correr depressa demais. Jacinto tenta animá-lo e refere que vai acabar por se habituar a essa nova fase da vida. Artur conta que Lurdes não aceitou bem a notícia e o pai recomenda-lhe que dê tempo à mãe, pois ela tem bom coração.

Rosa vem da cozinha e encontra Adelino a ressonar tanto que até assobia. Depois de o despertar, conta-lhe que já marcou a consulta para ele no médico de família. Ele dá-lhe um beijo e Rosa conta que durante a hora que ele esteve a dormir, falou com Ana e confessa estar mais preocupada do que ela com a consulta que vai ter em Paris. Rosa mostra grande esperança em que a filha volte a andar e Adelino tenta não lhe cortar as boas expectativas que tem e revela também ele as suas preocupações, agora pelo facto de Sofia se ter reconciliado com Laura, esperando que não se voltem a desentender.

Nuno fala ao telefone com Ana e recomenda à irmã que passeie bastante por Paris para não ficar nervosa com a proximidade da consulta. Depois de desligar, conta a Simão que ela está muito ansiosa por poder entrar no ensaio clínico que a pode fazer andar outra vez. Simão concorda que ela tem feito um grande esforço para mudar e que desde que teve o acidente nunca mais teve ataques de mau humor. Camila interrompe-lhes a conversa e conta, quase a chorar, que acabou de ter um pesadelo. Nuno permite que ela se deite um pouco na cama deles e Simão lava a filha para o quarto.

Sofia fala com Ricardo e Beatriz sobre a traição de Laura e o namorado mostra-se chocado com a situação, perguntando como é que ela tenciona desvincular-se da parceria que tinha contratualizado com ela. Sofia afirma que já tem uma reunião marcada com os seus advogados para tratarem do problema, assegurando que a nova colecção jamais chegará às lojas.

Margarida vê com Teresa um álbum fotográfico de família e reconhece que continua com grandes dificuldades em lidar com a morte do pai, confirmando que Francisco a considerava a filha preferida. Teresa recomenda à irmã que converse sobre o assunto com o psicólogo.

Laura telefona a Morais e diz que precisa dos seus serviços, adiantando somente que o assunto tem a ver com Sofia. O detective desliga a chamada e conta a Andreia que Laura está completamente desesperada. Andreia avança que agora têm de convencer Sofia a pagar mais para ter os outros segredos.

Salvador fica irritado com Matilde por ela não se abrir consigo e não dizer o que é que a atormenta. Para demonstrar o seu desagrado agarra no casaco e diz que vai dar uma volta. Ela fica à beira das lágrimas.

Laura pede a Morais que descubra quem a denunciou a Sofia e lhe permitiu falar com a directora do laboratório que falsificou os exames de Matilde. O detective finge-se inocente no caso e dispõe-se a tratar do assunto.

Matilde conta a Sofia que ela e Salvador se chatearam porque não teve coragem de lhe contar o que Laura lhe fez, ao mandar falsificar os resultados dos seus exames médicos. Matilde explica à mãe que ele percebeu o seu mau estar e interpretou que pode dever-se a algo que ele fez, o que não corresponde à realidade Sofia diz perceber agora que Laura não se tornou no que é por causa de Francisco, mas porque sempre foi assim.

Concha assegura a Lé que já digeriu o facto de Artur ir ser pai e que está muito bem com Gonçalo. Lé sorri aliviada para a filha e afirma que ela é muito parecida consigo. Concha confessa que em tempos até achou que isso era mau, mas que agora não é assim tão mau. Lé e Concha riem com grande cumplicidade.

Salvador desabafa com Tomás e conta que Matilde pouco fala com ele, insistindo em dizer que está tudo bem quando ele sabe perfeitamente que não é assim. O amigo avança a possibilidade de ela estar com uma depressão pós-parto mas Salvador não concorda.

Laura oferece-se para acompanhar Margarida ao psicólogo mas a filha diz que prefere ir sozinha e aproveita para lhe pedir desculpa pelas muitas discussões que provocou entre as duas.

Durante a consulta, o psicólogo que acompanha Margarida fica muito apreensivo quando ela revela a chorar que amava o pai não como uma filha, mas como mulher, confessando que ele era o seu amor.

Horácio dá um abraço de parabéns a Isabel pela gravidez e aconselha-a a não se enervar por tudo e por nada na fábrica por causa do bebé. Ela confidencia que se verificar que está a ter mais aborrecimentos do que benefícios se desfaz do negócio. Horácio fica apreensivo mas promete guardar segredo.

Lurdes diz mal de Isabel e Artur aproxima-se dela dizendo-lhe baixinho para parar com aquele discurso inflamado porque está a exceder-se. Lurdes fica ainda mais irritada e deseja-lhe felicidades ao lado da mulher que conseguiu separá-los. A mãe vai embora furiosa e ele fica envergonhado perante o olhar crítico das outras funcionárias.

Sofia conta a Ricardo e Beatriz que vai conseguir libertar a Mood da parceria com a Boheme, depois de se ter aconselhado com os advogados que lhe garantiram que não será penalizada por isso. Sofia interroga-se como foi capaz de acreditar na conversa de Laura e confessa que a sua grande preocupação é agora Matilde e Salvador.

Simão também fica incrédulo quando Teresa lhe conta que Sofia decidiu quebrar a parceria com a Boheme, mas a irmã assume que não acreditou na explicação que a mãe lhe deu para o sucedido e diz que vai tentar falar com Sofia para saber o que realmente se passou.

Margarida isola-se na biblioteca de casa e vê fotografias de Francisco, chorando e pedindo desculpa ao pai.

O psicólogo que está a tratar de Margarida chama Laura para conversar com ela e revela-lhe que a filha assumiu que tinha com o pai uma relação incestuosa. O médico concretiza ainda mais claramente o que Margarida lhe contou e deixa Laura em estado de choque, dizendo que Francisco começou a abusar da filha quando ela tinha dez anos. Laura começa a sentir-se mal e as lágrimas percorrem-lhe o rosto e penaliza-se por nunca ter percebido que o marido abusava a filha mais nova. O psicólogo afirma que a única forma de lidar com o problema é prosseguir o tratamento e reconhece que têm um caminho longo para percorrerem.

Na quinta, Margarida cavalga muito perturbada e repentinamente começa a chorar, ordenando mais velocidade ao cavalo, gritando desesperada. (conclusão)

Anterior1 de 6Seguinte
Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close