“Sol de Inverno”: Ângelo Rodrigues aceitou de imediato o ‘Simão’ e espera que a novela venha ajudar na Lei da co-adoção

Ângelo Rodrigues veste a pele, todas as noites na SIC, de Simão, um dos filhos da protagonista Laura de “Sol de Inverno.”

Feliz com o desenrolar da trama, o ator revela ao Correio da Manhã que as gravações «estão a correr muito bem. Felizmente, já vamos no quinto mês de gravações. As pessoas ainda viram pouco, mas nós já vamos bastante lançados. Está a correr à velocidade de cruzeiro e mantém-se o bom ambiente nas gravações, portanto é bom trabalhar assim».

A viver uma personagem que era uma completa novidade, um homossexual, Ângelo encontra vários desafios como «descobrir a sensibilidade do Simão, a essência dele, a forma como ele se comporta, a parte gestual, e o relacionamento dele com outro homem, claro».

Antes de iniciar as gravações e depois de ler a descrição, o ator procurou fazer uma pesquisa «diferente das outras. Procurei rodear-me de amigos que são homossexuais, conversar com eles, sair à noite para conhecer o circuito gay lisboeta, e também conheci um casal que já tinha adotado uma criança».

Com várias cenas de contacto físico com o seu namorado na trama de Pedro Lopes, Nuno (interpretado por Rui Neto), Ângelo Rodrigues teve de se expor: «Essa foi a minha grande descoberta e a minha maior barreira na fase dos ensaios. Tive de conseguir desconstruir-me ao ponto de não ter qualquer tipo de receio de ter contacto físico com um homem», confessou ao diário.

Quando propuseram a personagem, o intérprete de Simão não hesitou. «Aceitei de imediato. A meu ver, precisava urgentemente de ter uma personagem que me permitisse descolar completamente da imagem que tinha ficado agarrada com outros trabalhos». Apesar do imediato ‘sim’, a preparação só veio com o tempo: «Não me senti preparado até estrear a novela, porque há sempre um processo de inseguranças e ansiedade que só descansa quando tivermos o feedback do público. Começámos a gravar com vários meses de antecedência…»

A primeira cena íntima com Rui Neto exigiu uma grande preparação e muitos ensaios. «Essas cenas foram bastante ensaiadas na pré-gravação, para não haver qualquer tipo de constrangimento. Posso dizer que demorei muito a sentir-me confortável, mas a partir do momento em que descobrimos ali uma certa química entre nós, as coisas foram fluindo. Há uma relação de cumplicidade entre nós», revelou.

O ator «Não estava à espera que a personagem tivesse tanto impacto nas pessoas» porque está «a dar a conhecer às pessoas uma história de amor».

«Completamente» a favor da co-adoção, Ângelo Rodrigues sente-se «muito orgulhoso por estar nesse papel e de poder estar na posição de mudar mentalidades» e tem a esperança «que a lei venha a mudar durante a novela».

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close