TVI pode esticar ainda mais “Belmonte”


“Belmonte” é atualmente a última novela de horário nobre da TVI. Estreada no primeiro horário, chegou a ombrear (e a ganhar) a “Sol de Inverno”, mas atualmente perde para “Amor à Vida”.

A trama da Quatro tinha previsão do fim de gravações para abril, mas o elenco já foi avisado que vai ter trabalho pelo menos até julho. «Sim, é verdade, o início do verão é a data atualizada para o fim das gravações», confessa fonte da Plural.

Se acabar de gravar em julho, “Belmonte” vai estar, pelo menos, 1 ano no ar. «Com a frente de gravações que se está a criar, vão haver pelo menos dois meses de episódios por essa altura», adianta a mesma fonte.

Este aumento pode, no entanto, não ficar por aqui: «O que foi dito é que a TVI encomendou mais episódios, mas não deu, até agora, ordem de fecho. Quando isto acontece, quer dizer que vêm aí mais um conjunto de episódios», disse, acrescentado que «se a novela for aumentada mais, quer dizer que só sai do ar em 2015».

Quando ao transtornos que este aumento pode causar nos atores, é um facto, por enquanto, desvalorizado. «Todos sabem que as novelas, salvo raras exceções, são sempre esticadas. Não é nenhuma novidade», conta, mas acrescenta «os únicos problemas poderão ser a Graziella [Schmitt] que está num país que não é o dela e longe da família e o Filipe [Duarte] que pôs alguns entraves quanto à duração das gravações no início».

Embora Graziella Schmitt e Filipe Duarte possam causar um problema com este(s) aumentos(s), as personagens dos atores não correm perigo e pode estar aqui a chave da duração. “Belmonte” só vai até onde os protagonistas forem. «Se não der para eles continuarem, a novela só vai até onde eles puderem, não estou a ver o Artur [Ribeiro, o autor] a aceitar continuar a história sem o João e a Paula».

O ambiente em “Belmonte” também já normalizou e acabou a euforia inicial. «No princípio todos viam esta novela como um marco, mas o tratamento que tem tido e o facto de estar a perder nas audiências tirou a magia inicial. Todos os atores estão compenetrados a fazer o melhor e o ambiente é bom, mas já não há tanta paixão, é pena».

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close