TVI pondera sequela de “O Beijo do Escorpião” para curto ou médio prazo


o beijo do escorpiao

Nos corredores da Plural corre o rumor que a TVI pode fazer a sequela de “O Beijo do Escorpião”, tal como aconteceu com “Jardins Proibidos” que 14 anos depois regressou à televisão portuguesa com uma nova história.

«Pode ser daqui a seis meses ou seis anos, mas é uma hipótese que está em cima da mesa…”, conta fonte da produtora à Telenovelas.

Recorde-se que no último episódio, Alice reapareceu em cena com um enigmático «isto ainda não acabou, maninha.»

Contactado pela revista do Grupo Impresa, João Matos, um dos autores da novela da TVI, não teceu comentários, referindo apenas que este foi o desfecho que sempre imaginou para a sua vilã: «Ela tem sete vidas».

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

  • ah!?

    o desespero já será assim tanto!?

  • tiago

    A TVI anda completamente perdida, só pode! Agora deu lhes para as sequelas (JP) e mudar completamente o rumo das novelas a meio por falta de resultados (BE e JP), e isto a melhor ficção nacional?

  • ^…^

    Agora a tvi não quer outra coisa, a moda ainda vai pegar, é só sequelas…

    • aha

      e então? com os filmes passa-se a mesma coisa nos ultimos anos e ninguem se queixa!

  • India

    Credo essa ideia é horrivel.
    Vê lá se a Alice limpa – te a cabeça.

  • India

    Podiam fazer uma sequela da A Outra quando acabar os Jardins Proibidos (2014).
    Daqui a 6 anos fazem uma sequela do O Beijo do Escorpião (2020).

  • RICKY

    Tempo de Viver teve um final em aberto, essa sim mereçe uma sequela… Que estragos é que o tubarão andará a fazer? Eu gostava de saber…

    • André Sousa

      Ou será que o Gongas era msm tubarão? Era um argumento para o Vilhena repegar na história´roia!

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close