“Uma Mulher Ideal” é ‘Perdidos e Achados’ desta semana


Perdidos e Achados

Perdidos e Achados

Este sábado, dia 28 de janeiro, o “Jornal da Noite” apresenta “Uma Mulher Ideal” na rubrica ‘Perdidos e Achados’.

Portugal está no fundo da tabela da União Europeia no que diz respeito à igualdade de género.

Pior, só a Roménia e Eslováquia, segundo dados de 2012, do Instituto Europeu para a Igualdade de Género. Em Portugal, a revolução de 74 garantiu mudanças na constituição, acabando com o estatuto de dependência do marido mas muitas desigualdades entre homens e mulheres mantém-se no dia-a-dia.

Em pleno seculo XXI, o acesso ao poder, por exemplo, é uma miragem para as mulheres. Na União Europeia a paridade atinge os 39,7 %, em Portugal fica pelos 17,6%.

Quanto à pobreza e à violência, a incidência é substancialmente maior entre o sexo feminino.

No ‘Perdidos e Achados’ desta semana regressamos aos anos 60, onde o ideal feminino era o de boa esposa e boa mãe, e onde um concurso chamado “Mulher Ideal” sublinhava essa condição.

Cinquenta anos depois, a SIC reencontra algumas das vencedoras do concurso. Com elas e as gerações seguintes, de filhos e netos, olha-se para as mudanças dos últimos anos da condição feminina.

“Uma Mulher Ideal” é uma reportagem de Isabel Osório com imagem de João Lúcio e edição de Vanda Paixão. Para ver este sábado no “Jornal da Noite” da SIC.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close