“A Única Mulher”: Pilar faz ‘explodir’ Luis Miguel

"

Segundo a revista Maria, Pilar é a cabecilha das tramas e é ela que está por trás do sofrimento dos protagonistas da novela. Desde que tenha o filho a seu lado, sob a sua asa, e bem longe de Mara, tudo vale para Pilar! Até mesmo simular a sua morte e fazer sofrer todos os que o amam: a mulher, Mara, os filhos, Rosarinho e Lueji, Joana e Kamdimba, o pai, Jorge, e as irmãs, Francisca e Sara.

De facto, é o que temos estado a assistir em “A Única Mulher” desde o dia do fatídico casamento, em que Luís Miguel é alvejado.

Ainda que não tenha planeado arrastar o filho para a morte, o tiro que, estava destinado a Mina, acerta na cabeça do engenheiro e o deixa amnésico. Isto é o melhor que lhe podia ter acontecido para separar de vez Mara de Luís Miguel.

Xavier (Nuno Gil), o irmão de Luena, estava no local do crime com Vemba, a mando de Pilar, para matar Mina, e foi da sua arma que saiu a bala que se alojou na cabeça de Luís Miguel.

Cúmplice da vilã, é a ele também que se deve o misterioso desaparecimento do marido de Mara da piscina na noite da boda. Foi esta a solução rápida do bandido para desviar as atenções do verdadeiro suspeito e autor do tiro.

Enquanto isso, veremos mais um plano de Pilar para dar veracidade à ‘morte’ de Luís Miguel.
Afinal, ela tem de emendar o erro cometido por Xavier. Por isso, enquanto o filho recupera numa cama de hospital, longe de tudo e de todos, Pilar engendra um esquema que marca o fim da segunda temporada da novela da TVI.

Tudo acontece no Castelo de Almourol, depois de Mara receber uma mensagem, supostamente de Luís Miguel, com uma foto que o marido lhe havia tirado em Angola.

Mesmo sendo avisada de que pode ser uma cilada e que pode ser arriscado, pois ela era um dos alvos a abater pelo Rei de Espadas, a enfermeira ruma ao local do encontro na esperança de encontrar Luís Miguel vivo.

– Luís Miguel pode ter conseguido fugir, e está escondido da Mina… Por algum motivo, ele não quer a polícia metida nisto, justifica-se a Neuza.

Longe de saber que tudo não passa de um esquema da sogra, Mara chega ao local e grita:

– Sou eu, vim sozinha!… Luís Miguel!… Podes mostrar-te, eu estou sozinha!

De repente, ouve um barulho, avança mais um pouco para perto do castelo e avista a figura de um homem amarrado a um poste.

Enquanto isso, uma carabina com mira telescópica, ajustada pela mão de um homem (que tudo indica ser Xavier, para acabar o serviço encomendado por Pilar), aponta para o homem preso com cordas e dispara. Mara grita pelo marido, pois não pode estar a assistir à mesma tragédia que no dia do seu casamento.

Entretanto, alertados por Neuza, Norberto, Camacho e Pilar chegam também ao Castelo de Almourol. Nesse instante, o mesmo homem que está amarrado é sacudido por um segundo tiro e dá-se uma explosão.

De imediato, os peritos da polícia recolhem provas no local do crime. Dissimulada, Pilar, muito teatral, faz-se de desesperada.

– Não foi isso que eu perguntei. Quero saber o que aconteceu ao meu filho…

Mara deixa-se levar pela emoção e comove-se com a sogra:

– Ele morreu, Pilar. À minha frente… O Luís Miguel morreu!

Para continuar a afastar as suspeitas do seu envolvimento no embuste, Pilar continua:

– Não! Não pode ser, eu recuso-me a acreditar… Tu viste-o mesmo antes da explosão? Não era ele, diz-me que podes estar enganada…

Camacho intervém na cena, tentando acalmar a mulher e a mãe da vítima:

– Temos de esperar pelos resultados dos testes de laboratório… Mas eu encontrei isto…, diz, voltando-se para Mara e mostrando uma aliança que tem a inscrição da data do casamento de Luís Miguel e da enfermeira Mara resigna-se ao silêncio, deixando-se abraçar pela mãe.

Sem se descair, Pilar finge-se destroçada e abraça-se a Jorge, que sofre de desgosto por ter ‘perdido’ o filho.

Mal todos sabem que Pilar foi capaz de tirar a aliança ao filho, simular a sua morte e escondê-lo da família na ilha do Corvo, amnésico, mentindo-lhe acerca do seu passado e inventando-lhe uma nova vida, que inclui Daniela e Joana.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close