“Valor da Vida”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 149 (18 a 24 de março)

Camilla desaba a chorar e diz que gostava muito de Alexandre e abraça Júlia, emocionada, deixando todos espantados pela reação de Camilla. Aline conta a Eugénio que estão a acontecer coisas estranhas em casa de Camilla e que andam todos aos cochichos.

Marta visita o pai e diz a Isabel que ele está a reagir e que tem de sobreviver, pois não aguentaria mais uma perda. Camilla abalada diz a Júlia que lamenta o que aconteceu a Alexandre e propõe tréguas, pois Artur não vai ficar com nenhuma das duas.

Paulo vai despedir-se de Leo e propõe ensina-lo a meditar. Eugénio diz ao monge que está muito orgulhosos dele e Paulo confessa é o melhor pai que podia ter tido e revela que pretende voltar para o Tibete. Jamilah diz que Aisha tem de sair do quarto, pois não é bom para o bebé e pergunta à filha se ela está assim por causa de Alexandre ou por causa de Artur.

Aisha diz que a morte de Alexandre, selou a história dela com Artur. Em casa, Camilla chora e diz a Horácio que não consegue continuar ali e que vai para o Brasil. Horácio pergunta por Artur e ela conta que ele vai ficar meses em isolamento e se ele morrer, ela morre com ele.

Todos estão preocupados com Aisha, Paulo entra e diz a Raissa que precisa de falar com ela e Eugénio diz a Jamilah que vai ter mais uma filha em sofrimento. Paulo diz a Raissa que a ama, mas que aquilo é um problema porque tem um voto e que a missão dele é amar todos por igual e não pode dar-lhe o amor dele em exclusivo.

Vasco pergunta a Carolina se os dois ainda fazem sentido, e ela diz-lhe que gosta dele e beijam-se. Leonor diz a Sara que sabia que ela ia mudar de ideias e que têm de arranjar maneira de separar Vasco e Carolina.

Camilla vai para o Brasil e Aline estranha que ela não leve a bebé e a brasileira diz à empregada que a deixa em casa de Júlia, pois fez um acordo com Artur e vai cumpri-lo.

Isabel chega e diz que Camilinha não vai a lado nenhum. Paulo diz a Raissa que vai voltar para o Tibete, pois precisa de organizar as ideias e ela pede-lhe para não ir. Vasco diz a Carolina que está muito feliz e nunca perdeu a esperança de recuperar o amor dela.

Sara não sabe se quer voltar para Vasco e Leonor diz-lhe que ela pode nem voltar, mas tem de a ajudar a mantê-los separados para sempre. Jamilah conta a Aisha que Paulo se declarou a Raissa, mas que vai para o Tibete.

Aisha acha que ele volta e vinca que o importante é terem-se umas às outras. Isabel diz à mãe que ela pode ir para o Brasil, mas que a bebé fica e Aline acha que Camilla deve estar com uma depressão pós-parto. Horácio diz a Camilla que ela está descontrolada e ela chora nos braços dele. Carolina entra no laboratório com um sorriso e Becas diz que o amor é lindo. Carolina diz que a vida passa depressa e já se passaram dois anos desde que acordou.

Luís e Cláudia entregam a Carlos as provas que têm contra Marcelo e o inspetor da PJ diz que aquilo explica o incêndio no consultório e que vai entregar aquilo ao Ministério Público e pedir a prisão de Marcelo.

Camilla diz que o Brasil lhe vai fazer bem e Horácio promete ir ter com ela, quando tudo estiver mais calmo. Isabel diz que está cada vez mais apaixonada por Camilinha e que se Artur morrer, a bebé fica com eles.

Aline pede a Isabel para lhe contar o que é que se passa lá em casa, pois viu o balde com sangue. Jamilah tenta acalmar a filha dizendo que Paulo não vai conseguir ficar longe dela. Bruno chega e apoia Aisha, dizendo-lhe que vai precisar de apoio por causa do bebé.

Marcelo pergunta a Vitorino se o crime de que foi testemunha, foi a morte de Alexandre. Isabel tenta disfarçar e diz a Aline que o balde tinha detergente. Dalva visita Leo e este fica admirado que ela se preocupe com ele.

Dalva volta a dizer que eles são parecidos e talvez tenha sido por isso, que ele a protegeu. Ana Clara diz a Jaques que vai arrendar a sua antiga casa e Jaques conta que ele e Dalva vão casar e que andam à procura de casa. Júlia conta que encontrou Camilla no cemitério e pareceu-lhe muito abalada com a morte de Alexandre e Marta estranha.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close