“Valor da Vida”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 202 (13 a 19 de maio)

Júlia quer fazer justiça por Alexandre e diz a Artur que não podem correr o risco que Camilla fuja, e decidem ir à polícia. Ana Clara conta a Luís que foi Camilla quem matou Alexandre.

Aisha diz que Camilla tem de ser punida e Dionísio vinca que Isabel e Bruno também foram cúmplices. Jesus manda mensagem a Rodolfo a pedir para se encontrarem no restaurante libanês.

Papa acha que vai voltar para a prisão sem conseguir apanhar Horácio e o Guarda anui que vai tentar arranjar maneira de encontrar Horácio.

Vitorino acorda e sente uma dor lancinante, tenta levantar-se e não consegue. Vê um cão a comer qualquer coisa, percebe o que aconteceu e desmaia.

Camilla agradece o apoio de Bruno e diz que se vai entregar à polícia, pois merece pagar por aquilo que fez e Bruno fica comovido. Paulo conta a Aisha que Bruno lhe pediu ajuda e, por isso, o levou para o Tibete.

Rodolfo chega e Jesus puxa-o para o interior do restaurante.

Jesus diz a Rodolfo que tem de fazer desaparecer Camilla, pois ela confessou algumas coisas e é uma questão de tempo até falar nos nomes deles e sugere manda-la para o Líbano para a criogenarem.

Leo diz que tem de ir a casa de Camilla, pois o juiz não pode desaparecer. Jaques tem medo que a polícia apareça por causa de Patrick e Leo aconselha o amigo a dizer que não sabia que era ilegal.

Michelle e Jaques decidem ir ao hospital. Eugénio entrega Piedade à policia, e vinca que ela é uma fugitiva e pede para ela confessar o crime.

Marcelo recebe a notícia do que aconteceu a Vitorino e vai para o hospital. Luís conta a Ana Clara que Cláudia foi esfaqueada pela ex e ela tenta ligar a Becas. Carolina diz a Ana Clara que Cláudia está mal e Ana Clara por sua vez, revela que Artur voltou e que o juiz confessou que tinha sido comprado.

Carlos diz a Jesus que um dia vai ter de lhe explicar como é que Rodolfo se tornou sócio dele na farmacêutica e Jesus diz que ele, é apenas um investidor. Piedade confessa que matou Torcato, por ele perfilhar Ana Clara no testamento, e não fazer o mesmo com Paulo. Eugénio acusa-a de o ter feito por ciúmes e vinca ter vergonha dela.

Isabel diz a Bruno que Aisha já sabe da morte de Alexandre e quer falar com a mãe deles. Bruno acha que não vai dar, pois ela vai entregar-se e Isabel assente que é pena que o pai dele, não faça o mesmo.

Aisha decide ir falar com Camilla, e Carlos vai atrás dela. Vasco insiste com Becas que tem de sair e ela pede a Cláudia para não desistir. Vitorino chega ao hospital de maca e os enfermeiros contam o que lhe aconteceu.

Na PJ, Eugénio denuncia Piedade pela morte de Torcato, e só depois repara que Júlia e Artur estão a ouvir. Luís vai a casa de Camilla e pergunta pelo juiz por querer entregá-lo à PJ.

Bruno diz que a mãe se vai entregar e conta que ela era a cabecilha da rede de tráfico humano. Camilla prepara-se para sair, mas antes grava uma mensagem para Artur, revela que o ama mais que tudo na vida e nunca faria nada para o magoar. Conta ainda que Camilinha não é filha deles e que vai entregar-se à polícia.

Camilla chega à sala e diz que está pronta para ir e fica surpreendida de ver Luís, e este pergunta-lhe se foi ela que mandou ligar a Vasco a dizer que havia um rim para Carolina.

Marcelo chega ao hospital e Vasco informa-o que Vitorino foi levado para o bloco operatório. Marta entra em casa suja de sangue e conta que caiu de bicicleta e Papa e o Guarda ficam desconfiados. Camilla acaba por revelar a Luís que teve pena de Carolina, mas não teve culpa da trapalhada que aconteceu com Dalva.

Aisha chega e acusa Camilla e vinca que não acredita que foi um acidente a morte de Alexandre. Vítor chega à casa de Camilla de arma em punho e Horácio reconhece-o.

Dalva e Leo também chegam e Leo reconhece Vítor, e Dalva tenta atropela-lo e depois sai do carro com a arma de Leo e ameaça Vítor. Leo pergunta a Vítor o que é que está ali a fazer, com este a assentir que se Camilla for presa, todos vão presos.

Horácio atinge Dalva e Leo com um dardo anestesiante e Horácio diz que ajuda Vítor, se ele o ajudar a negociar com o chefe. Aisha não acredita em Camilla.

Horácio entra e atinge Carlos, Bruno e Aisha com um dardo anestesiante e levam Camilla, também ela adormecida.

Vítor e Horácio metem Camilla na carrinha e após trocarem algumas palavras, Horácio saca da arma e mata Vítor com um tiro na cabeça. Entra na carrinha e arranca a toda a velocidade.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close