“Valor da Vida”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 194 (6 a 12 de maio)

Bruno conta à mãe que vai com Leo atrás do juiz e explica que não quer que Aisha fique com ele só porque Artur morreu. Camilla diz que também a está a ajudar a ela, pois Artur é o homem da vida dela.

Carlos conta ao Chefe da PJ que Sara está a dizer a verdade e que quer fazer uma confissão formal de que foi o culpado do acidente de Carolina e sofrer as consequências dos seus atos.

A porta da cela abre e Papa explica que o recreio nunca é à mesma hora, para não criar rotinas. Artur está com medo e Papa protege-o.

Um dos presos entrega uma navalha ao preso que roubou os comprimidos e ele diz que vai vingar a morte do amigo. Aisha despede-se de Bruno e diz-lhe que espera que eles descubram o juiz e o convençam a falar.

Em casa de Vasco, começam a chegar os convidados para a renovação de votos e Maria Pia diz a Rodolfo que não foi convidado. Chega Leonor, e Danilo diz-lhe que ela está a tempo de desistir, mas Leonor não desarma.

Sara participa à polícia que os filhos foram sequestrados pelo pai e pela empregada e dá o contato deles. Vasco pede a Leonor para sair e ela pede para conversar com os dois.

Preso aproxima-se de Artur e espeta-lhe uma navalha na barriga e Papa chama por ajuda. Marcelo recebe um telefonema da polícia e decide ir à revista explicar o que se passou.

Papa conta ao Guarda que tem ajudado Artur, quem foi o preso que lhe deu a facada e vinca que Artur tem de sair da prisão antes que morra. Leonor sobe as escadas para ir falar com Carolina e Vasco vai atrás.

Cláudia aproxima-se de Becas e começam a conversar e Cidália não gosta do que vê. Michelle acha que elas nunca deixaram de gostar uma da outra e Jaques afirma que Cláudia pode ter mudado.

Artur liga a Camilla e diz que foi apunhalado por um preso e precisa de ajuda para sair dali e Camilla revela-lhe que é Horácio que está por detrás de tudo. Joana acorda e chama por Cláudia, percebe que está atada à cama e começa a gritar.

Camilla conta que tentaram matar Artur na prisão e diz que vai para o hospital e Aisha e Vitorino vão atrás dela. Joana quer que a soltem e os enfermeiros dizem que ela não está bem, e decidem coloca-la a dormir novamente.

O Papa tenta convencer o Guarda a ajudá-lo a fugir por querer vingar-se de Horácio e dá um tiro na própria perna. Guarda entra no teatro e diz para levarem Papa e Artur para o hospital.

Cláudia diz que se pudesse voltar atrás, teria mudado o que fez de errado e Becas lamenta que ela só agora tenha percebido isso. Carolina pede à mãe para ir embora e Leonor pede para falar com ela e Vasco.

Marcelo entra na revista e Sara fica histérica a perguntar pelos filhos. Marcelo acha que não precisa de dizer mais nada, face ao descontrolo dela, e pede a Lurdes para comprovar o que ele está a dizer.

A ambulância sai da prisão com Artur e Papa e o último diz que arranjou uma maneira de fugirem. Lurdes reforça as palavras de Marcelo e diz aos polícias que Sara partia tudo em casa e que tinha medo que fizesse mal às crianças Leonor diz que o que tem para contar, é uma verdade muito dolorosa e revela que Vasco e Carolina são irmãos. Dois jipes fingem abalroar a ambulância e há uma troca de tiros encenada. Papa diz a Artur que faz parte do plano.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close